Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google

Médico revela que Nadal deve ficar afastado por cerca de três meses

Caso a intervenção cirúrgica seja realizada, o tempo de recuperação seria ainda maior, deixando o atleta fora por um período entre seis e oito meses

Gazeta |

A situação de Rafael Nadal parece não ser tão simples quanto aparentava. Nesta quinta-feira, o médico do tenista, José González, revelou que o atual número 3 do mundo pode estar sofrendo de uma tendinose no joelho, problema que ocorre quando se fica por um longo período com inflamação crônica no tendão. Por isso, o espanhol deve ficar ao menos três meses longe das quadras de tênis.

EFE
Nadal deve ficar, no mínimo, três meses afastado

"A sua única alternativa possível é repouso, repouso e repouso. De concreto, ele deve ficar pelo menos três meses longe das atividades esportivas", frisou José González.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Mesmo existindo a possibilidade de a contusão ser tratada com descanso, um procedimento cirúrgico não pode ser completamente descartado. Nessa situação, caso a intervenção cirúrgica seja realizada, o tempo de recuperação seria ainda maior, deixando o atleta fora por um período entre seis e oito meses.

Veja também:  Treinador evita dar previsão de retorno de Rafael Nadal às quadras

"Ele é um jogador que, por seu estilo, precisa muito usar a potência física, então requer uma atenção maior. Seria bom que ele jogasse menos vezes, para que possa jogar em seu nível", acrescentou o médico.

Leia tudo sobre: genettênismasculinomédicorevelarafael nadaldeveficarforacercatrêsmeses

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG