Na decisão, tenista brasileiro vai enfrentar o sérvio Janko Tipsarevic, único que conseguiu superá-lo nas últimas três semanas

O brasileiro Thomaz Bellucci deu mais uma prova de que voltou a viver boa fase no circuito profissional de tênis e se classificou neste sábado à final do ATP 250 de Gstaad. Campeão do torneio em 2009, o tenista paulista conseguiu a vaga ao derrotar o búlgaro Grigor Dimitrov por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-3) e 7/6 (7-5).

Leia mais notícias sobre tênis no iG Esporte

Thomaz Bellucci está na final em Gstaad
Getty Images
Thomaz Bellucci está na final em Gstaad

Em uma das melhores fases da carreira, Bellucci vai reencontrar neste domingo o único tenista que foi capaz de vencê-lo nas três últimas semanas. Isso porque o sérvio Janko Tipsarevic, cabeça de chave número 1, venceu o francês Paul-Henri Mathieu por 2 sets a 0, com parciais de 7/6(12/10) e 6/3 e também está na final.

Geralmente criticado por apresentar instabilidade psicológica durante suas partidas, Bellucci mostrou força mental para conseguir a vaga na final após vencer dois sets decididos apenas no tie-break. Ele chegou a desperdiçar três match points, mas não desperdiçou sua quarta chance de fechar a partida e avançou à decisão.

Veja mais opiniões sobre tênis no blog do colunista Paulo cleto

Bellucci vive uma fase de recuperação no circuito profissional. Após uma lesão e eliminações precoces nos principais torneios do ano - ele caiu na primeira rodada em Roland Garros e Wimbledon - o brasileiro decidiu jogar o Challenger de Braunschweig para ganhar confiança. E a estratégia deu certo.

Além de subir no ranking mundial com o título do torneio de nível mais fraco na Alemanha, Bellucci voltou a jogar bem às vésperas dos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Com a semifinal em Stuttgart, conseguiu saltar para a 60ª colocação na lista da ATP (chegou a ser o 80º após o mau momento no ano) e ganhou embalo para jogar na Áustria.

O ATP 250 de Gstaad de 2009 foi o primeiro título de Thomaz Bellucci em torneios de primeiro escalão do circuito profissional. No ano seguinte, ele também venceu o ATP 250 de Santiago. Seu currículo conta ainda com o vice-campeonato do ATP 250 da Costa do Sauípe no mesmo ano em que venceu o torneio austríaco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.