Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Hepta em Wimbledon, Federer é um colecionador de recordes. Veja números

Tenista suíço reassumiu a liderança do rankingda ATP e chegou a 17 títulos de Grand Slams em sua carreira de sucesso

Mauricio Nadal - iG São Paulo | - Atualizada às

Getty Images
Roger Federer tornou-se, ao conquistar o Torneio de Wimbledon, o maior vencedor de Grand Slams da história

Considerado por muitos críticos o melhor tenista de todos os tempos, Roger Federer chegou ao topo do ranking novamente neste domingo, ao vencer o anfitrião Andy Murray na final de Wimbledon. De quebra, faturou o hepta na grama de Londres, se isolando cada vez mais como maior vencedor de Grand Slams na história, nada menos que 17 títulos para a sua vasta coleção.

Deixe seu recado e comente a notíca com outros torcedores

Conhecido no circuito como o ‘homem-borracha’, apelido dado à desenvoltura em seus movimentos dentro da quadra, atinge a liderança do ranking da ATP aos 30 anos de idade, algo que muitos desacreditavam.

Com isso, o suíço deve ultrapassar o americano Pete Sampras como detentor do maior número de semanas na ponta do circuito. O tenista dos EUA ficou 286 semanas no topo do tênis, apenas uma a mais que Federer. Para se ter uma ideia, esse período equivale a mais de cinco anos e meio na liderança do ranking, uma soberania incrível.

Veja também: Federer vira sobre Murray, conquista hepta em Wimbledon e volta a ser nº 1

Além dos inúmeros títulos conquistados, 75 nas disputas de simples até hoje, Federer acumula uma fortuna e é um dos esportistas mais bem pagos da história do esporte. Desde 2001, quando chegou ao seu primeiro triunfo em Milão, na Itália, até ao título faturado neste domingo, o suíço ganhou aproximadamente 73 milhões dólares, R$ 147,2 milhões, apenas em premiações da ATP, sem contar os valores incomensuráveis com patrocinadores.

Segundo pesquisa divulgada recentemente pela revista Forbes, o suíço arrecadou cerca de 52,7 milhões de dólares em 2011, cerca de R$ 106,4 mi, e foi o quinto esportista mais bem pago do ano.

Confira outros números impressionantes da carreira de Roger Federer:

- Vencedor do prêmio Laureus, o Oscar do Esporte, por quatro ano consecutivos, de 2005 a 2008;

- Roger Federer possui o recorde de semanas consecutivas no topo do ranking da ATP, nada menos do que 237 semanas;

- Dono do maior número de vitórias em Grand Slams, 244 partidas no total;

- Campeão dos quatro Grand Slams do tênis: Tetra no Aberto da Austrália, campeão em Roland Garros, hepta em Wimbledon e penta no Aberto dos EUA. Apenas Rafael Nadal, seu grande rival do circuito, chegou a tal façanha;

- Tenista que chegou em mais semifinais de Grand Slams na história da modalidade, 32 até hoje;

- Primeiro homem a chegar a oito finais de Wimbledon. Perdeu apenas para Rafael Nadal em 2008;

- Vencedor de 20 títulos de Masters na carreira, só perde para Rafael Nadal, que tem apenas um triunfo a mais que o suíço;

- Medalha de ouro na disputa de duplas ao lado de Stanislas Wawrinka em Pequim, 2008;

- Pentacampeão do Torneio dos Campeões da ATP (2003, 2004, 2006, 2010 e 2011)


Leia tudo sobre: TênisRoger FedererWimbledon 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG