Sérvio esteve a um passo da eliminação nesta terça-feira, mas se recuperou e fará "clássico" contra Roger Federer

Djokovic suou para vencer Tsonga nesta terça
Reuters
Djokovic suou para vencer Tsonga nesta terça

Novak Djokovic esteve à beira da eliminação em Roland Garros nesta terça-feira, mas sobreviveu para continuar na luta pelo único título de Grand Slam que lhe falta. Jogando contra o anfitrião Jo-Wilfried Tsonga, o número um da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) começou bem, mas levou a virada e teve que salvar quatro match points para voltar ao jogo e confirmar a vitória por 3 sets a 2, parciais de 6/1, 5/7, 5/7, 7/6 e 6/1.

Quem será campeão em Roland Garros? Deixe seu comentário!

Com o triunfo, Djokovic fará "clássico" na semifinal contra o suíço Roger Federer (reedição da semi de 2011), que também conseguiu grande vitória de virada nesta terça . Após ver o argentino Juan Martín del Potro (9º do mundo) abrir 2 a 0, o veterano colocou em quadra seu melhor jogo para arrancar uma vitória por 3 sets a 2, levando a torcida ao delírio. A data do confronto entre os números um e três da ATP ainda será decida.

VEJA TAMBÉM:  Federer vira sobre del Potro e vai à semi em Roland Garros

Na outra chave do Grand Slam, o segundo melhor do mundo, Rafael Nadal, enfrenta o compatriota Nicolás Almagro nesta quarta-feira. Quem passar enfrenta o vencedor do duelo entre o britânico Andy Murray e o também espanhol David Ferrer.

O jogo
Para superar Tsonga, Djokovic iniciou o duelo de forma arrasadora e parecia que confirmaria o seu favoritismo com autoridade no transcorrer do duelo. Ao aproveitar duas de três chances de quebrar o saque do francês, encaminhou o placar de 6 a 1 com tranquilidade no primeiro set.

Novak Djokovic comemora o triunfo. Parada agora será contra o rival Federer, em uma reedição de 2011
AP
Novak Djokovic comemora o triunfo. Parada agora será contra o rival Federer, em uma reedição de 2011

A partir do segundo set, porém, Tsonga começou a reagir e virou o placar com o apoio da torcida local. Embora tenha tido o serviço quebrado em uma oportunidade no segundo set, converteu dois de quatro break points para fazer 7/5. Em seguida, na terceira parcial, voltou a obter duas quebras, mas em apenas três chances, enquanto Djokovic conseguiu apenas uma e voltou a ser superado por 7/5.

BLOG DO PAULO CLETO: Diário de um dia emocionante em Roland Garros

Já no quarto set, Tsonga ficou muito próximo de finalizar o jogo quando liderava o placar em 5 a 4 e teve dois match points, mas não conseguiu aproveitá-los. Em seguida, quando tinha vantagem de 6 a 5, voltou a ter duas bolas do jogo, mas o sérvio novamente se salvou para confirmar o game e levar a disputa ao tie-break, no qual triunfou por 8 a 6.

Tsonga lamenta: foram quatro match points desperdiçados contra o fatal Djokovic
EFE
Tsonga lamenta: foram quatro match points desperdiçados contra o fatal Djokovic

E, diante de um rival com a confiança abalada e nervoso pelas chances preciosas que perdeu anteriormente, Djokovic arrasou no quinto set, no qual aproveitou as duas oportunidades que teve de quebrar o saque do francês para fazer 6 a 1 e ir à semifinal.

O duelo entre Djokovic e Federer irá reeditar a semifinal do ano passado, na qual o suíço venceu por 3 sets a 1, antes de cair diante do espanhol Rafael Nadal na decisão. Os dois também se encontraram na semifinal do último Aberto dos Estados Unidos, em Nova York, onde o líder do ranking mundial levou a melhor, mas desta vez por 3 sets a 2.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.