Enquanto o tcheco passou sufoco e precisou de 5 sets para derrotar Kevin Anderson, Tsonga atropelou o italiano Fábio Fognini

Tomas Berdych esteve perdendo por 2 sets a 1, mas se recuperou
AP
Tomas Berdych esteve perdendo por 2 sets a 1, mas se recuperou

Por pouco o tcheco Tomas Berdych não deu adeus as disputas em Paris. O número sete do mundo passou sufoco, nesta sexta, pela terceira rodada de Roland Garros, contra o sul-africano Kevin Anderson, mas conseguiu a classificação no quinto set. As parciais do jogo que quase atingiu as quatro horas de duração ficaram em 6/4, 3/6, 6/7 (4-7), 6/4 e 6/4.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Anderson foi bastante agressivo e exigiu bastante do adversário nos sets iniciais, porém foi o sul-africano que sentiu o ritmo forte no final da partida e permitiu a reação do tcheco.

Leia também:  Após maratona de quase seis horas, Mathieu vence Isner em Roland Garros

Apesar de ter superado o duro confronto desta sexta, Berdych poderá ter disputas ainda mais difíceis no decorrer da competição na França. Seu próximo desafio será como vencedor do duelo entre o argentino Juan Martin del Potro e o croata Marin Cilic.

O tcheco foi eliminado na estreia de Roland Garros ano passado e busca uma boa campanha para assegurar importantes pontos no ranking mundial. As vitórias no tradicional torneio parisiense podem, inclusive, render posições na lista da ATP.

Tsonga passa fácil por Fabio Fognini

O francês Jo-Wilfried Tsonga justificou com certa tranquilidade a condição de quinto cabeça de chave ao vencer o italiano Fabio Fognini por 3 sets a 0, com 7/5, 6/4 e 6/4.

Com a vitória obtida na terceira rodada do Grand Slam francês, Tsonga enfrentará na próxima fase o vencedor do confronto entre o francês Gilles Simon e o Stanislas Wawrinka, também programado para ser encerrado nesta sexta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.