iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

16/10 - 13:12

Orientais fazem final "mais velha" da história em Osaka

A japonesa Kimiko Date Krumm, de 40 anos, e a tailandesa Tamarine Tanasugarn, de 33 anos, formam a final mais velha da história

Gazeta Esportiva

Um fato curioso marca a final do Torneio de Osaka, neste domingo: com a japonesa Kimiko Date Krumm e a tailandesa Tamarine Tanasugarn frente a frente, o circuito profissional feminino de tênis verá a final "mais velha" de sua história.

Juntas, as asiáticas atingem 73 anos. Dona da casa, Krumm completou 40 no final do mês passado, feito comemorado com uma vitória sobre Maria Sharapova em Tóquio. Tanasugarn, por sua vez, soma 33 e possui três títulos profissionais na carreira.

Para chegar à decisão, Krumm eliminou a israelense Shahar Peer, terceira cabeça-de-chave, com um 3/6, 7/6 (7-5) e 7/5. Aos 23 anos, chegou a sacar com 6/3 e 5/4 no placar, mas não conseguiu controlar o fôlego da adversária.

A tailandesa, por sua vez, marcou 6/2 e 7/5 sobre a francesa Marion Bartoli e elogiou a próxima rival, contra quem tem o histórico de uma vitória e uma derrota. "Ela é incrível, fantástica. Acho que não conseguirei estar jogando aos 40. Provavelmente estarei fazendo outra coisa", admitiu.

Se vencer, Kimiko se tornará a primeira jogadora acima dos 40 anos a conquistar um título da WTA - até agora, a mais velha a levantar a taça foi Billie Jean King, que venceu Birmingham-1983 com 39 anos e sete meses.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias