iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

02/07/2009 - 13:24

Com pneu, Venus humilha Safina e se aproxima do hexa
Embora atualmente ostente um posicionamento no ranking superior ao da rival, Safina era mesmo considerada zebra para o confronto

Gazeta Esportiva

LOBDRES (Inglaterra) - Um passeio. Dificilmente há uma palavra melhor para definir a segunda semifinal de Wimbledon 2009, na qual Venus Williams simplesmente não tomou conhecimento de Dinara Safina. Uma verdadeira especialista na grama, a norte-americana confirmou os prognósticos e ignorou a número um do mundo com inapeláveis parciais de 6/1 e 6/0. Agora, ela está classificada para buscar o hexacampeonato da competição contra a irmã, Serena.

Embora atualmente ostente um posicionamento no ranking superior ao da rival, Safina era mesmo considerada zebra para o confronto. Antes deste ano, ela jamais havia passado da terceira rodada do Grand Slam inglês, enquanto que Venus não é derrotada no torneio desde 2006. Nessa sequência, a terceira colocada da WTA já não perde nem sequer um set há 17 partidas, sendo que na atual temporada cedeu apenas 20 games às adversárias até chegar à final - média de 3,33 por partida realizada.

Nesta quinta-feira, a russa foi atropelada com números incontestáveis. Em apenas 51 minutos, ela se despediu com apenas 20 pontos ganhos, contra 54 da rival. Muito consistente, a vencedora anotou 11 bolas vencedoras e cometeu apenas um erro não forçado. Firme no saque, desferiu ainda cinco aces e só perdeu oito pontos quando teve o serviço na mão.

Ainda 'cumprindo tabela' em Wimbledon, a mais velha das Williams só será realmente testada no próximo sábado, quando decidirá o trofeu londrino com Serena pela quarta vez. Por enquanto, é a tenista mais jovem que leva vantagem, com duas vitórias e uma derrota, porém no retrospecto geral as ianques estão rigorosamente empatadas: são dez triunfos para cada lado.

Perto de fazer história, Venus virará a segunda maior conquistadora do Aberto da Inglaterra caso passe pela irmã, igualando Billie Jean King com seis taças conquistadas e ficando atrás apenas de Martina Navratilova (nove). Dona dos dois últimos títulos disputados na grama, a atleta de 29 anos pode ser ainda a primeira tricampeã do torneio desde Steffi Graf, que dominou entre 1991 e 1993.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias