iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

23/11 - 11:09

Nalbandian leva multa, e ‘racha’ no time argentino é especulado

Após deixar ginásio sem se dirigir à conferência de imprensa, cordobês aflorou problemas de relacionamento entre tenistas

Gazeta Esportiva

MAR DEL PLATA (Argentina) - A derrota na partida de duplas e a falta de esportividade de David Nalbandian parecem ter revelado as mazelas dos bastidores da equipe argentina da Copa Davis. Após deixar o ginásio Islas Malvinas sem se dirigir à conferência de imprensa, o cordobês não só recebeu uma multa como aflorou problemas de relacionamento entre os tenistas: sua atitude foi considerada “individualista” pelos companheiros.

O problema de desunião no grupo argentino, que volta a aparecer agora em virtude do temperamento de Nalbandian, já é apontado como principal razão dos fracassos do país na Davis desde a época em contava com atletas do calibre de Guillermo Villas e José-Luís Clerc, passando por outro período dourado, mas sem títulos, com os top 10 Guillermo Coria, Gastón Gáudio e o próprio Nalbandian.

Na verdade, o que se viu em quadra neste sábado foi um cordobês irritado, provavelmente com o grande número de erros cometidos por Agustín Calleri, seu parceiro na derrota para Feliciano López e Fernando Verdasco. Com tanta raiva, o número 11 do planeta acabou deixando o Islas Malvinas imediatamente, sem cumprir suas obrigações com a imprensa, o que lhe renderá uma multa de 10 mil dólares (R$ 24,5 mil).

Segundo as emissoras de televisão argentinas Crónica e América, os problemas de Nalbandian e Calleri teriam chegado até mesmo à discussão e briga nos vestiários, em informação posteriormente negada pelo capitão Alberto Mancini e por uma fonte ouvida pelo diário Olé, que garantiu: “David pegou suas coisas e foi embora. Estava muito ‘quente’. Porém nem chegou a falar com Calleri”.

Mesmo que não tenha havido briga, a publicação esportiva assegura que a atitude do líder alviceleste não caiu bem entre seus companheiros. Segundo o Olé, a maioria deles, incluindo Juan Martín Del Potro, não estaria contente com o cordobês, que teria poder para definir convocações e determinar questões internas, entre elas o prêmio em dinheiro prometido pela Associação Argentina de Tênis (AAT) em caso de título.

De qualquer forma, Mancini tratou de colocar panos quentes nos boatos envolvendo Nalbandian ao atrelar justificar a ausência do tenista na conferência de imprensa de sábado dizendo que ele não passava bem. “É claro que não há alegria”, resumiu o capitão, esperançoso de que José Acasuso vença David Ferrer neste domingo – essa é a única alternativa para que a Espanha não levante e Ensaladeira de Prata antes mesmo do quinto confronto.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo