iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

22/11 - 17:33

Espanha surpreende, vence nas duplas e abre 2 a 1 na final
Feliciano Lopez e Fernando Verdasco bateram David Nalbandian e Agustín Calleri por 3 sets a 1, parciais de 5/7, 7/5, 7/6 (7-5) e 6/3

Gazeta Esportiva

MAR DEL PLATA (Argentina) - Contrariando todos os prognósticos antes da final da Copa Davis, a Espanha está protagonizando uma virada emocionante sobre a Argentina, em Mar del Plata. Neste sábado, a equipe européia abriu 2 a 1 sobre os argentinos vencendo a partida de duplas.

Feliciano Lopez e Fernando Verdasco bateram David Nalbandian e Agustín Calleri por 3 sets a 1, parciais de 5/7, 7/5, 7/6 (7-5) e 6/3. Na sexta-feira, os argentinos haviam largado na frente graças à vitória de Nalbandian sobre David Ferrer. Na seqüência, porém, Lopez surpreendeu Juan Martin Del Potro deixando a série em 1 a 1.

A Argentina busca sua redenção na série neste domingo, mas não será sem muitas dificuldades. O primeiro problema é Del Potro, que ainda depende de liberação do médico da equipe para jogar. Já Nalbandian terá de lidar com o desgaste do jogo de duplas.

Se não houver mudanças na escalação original, o que parece bem difícil, Del Potro enfrentará Ferrer no primeiro jogo. Depois será a vez de Nalbandian tentar superar Lopez.

Nalbandian foi escalado de emergência para o jogo de duplas que, inicialmente, teria Calleri ao lado de Jose Acasuso. A estratégia argentina foi alterada depois que Del Potro sofreu uma lesão na coxa direita enquanto disputava seu jogo de simples.

A partida de duplas começou com a Argentina contando com mais uma excelente atuação de Nalbandian. As duas equipes ficaram sem quebras até o empate em 5/5, quando a Argentina conseguiu um triplo break.

A Espanha conseguiu salvar o primeiro, mas acabou cedendo o saque na segunda chance dos sul-americanos, que não perdoaram para fazer 6/5. No game seguinte, os espanhóis tiveram a oportunidade de devolver a quebra também com o triplo break.

Foi a hora de Nalbandian brilhar em quadra. Com 40-0 de desvantagem, ele encaixou um ace para salvar a primeira quebra. Na segunda, confirmou o saque com um belo voleio na devolução e completou o serviço com mais um primeiro saque perfeito, que assegurou à Argentina a vitória por 7/5 no set.

Na segunda parcial foi a vez de os espanhóis demonstrarem sua capacidade, devolvendo os mesmos 7/5 para deixar o jogo no empate em 1 a 1. A batalha seguiu acirrada no terceiro set em que a Espanha chegou a ter 5/3.

A reação local começou com um duplo break que não foi desperdiçado recolocando a equipe na disputa. Os argentinos foram capazes de forçar mais um tiebreak, mas não deram sorte também desta vez.

No começo do desempate sobrou vontade da Argentina, que abriu 4-0. Timidamente, os espanhóis marcaram seu primeiro ponto, mas ficaram em situação difícil depois que os argentinos chegaram a 5-1.

Mas apesar do apoio da torcida, que novamente lotou o Islas Malvinas, a equipe da casa se perdeu em quadra e acabou sofrendo a virada dos espanhóis que fizeram 7-5 no tiebreak para fechar o set em 7/6.

Na parcial decisiva, os espanhóis tentaram definir o quanto antes e pressionaram para chegar aos 5/2. Com duplo match point para os europeus e toda a pressão sobre os ombros, Nalbandian evitou o pior pedindo um desafio em bola duvidosa e recuperando a vantagem no saque adversário. Os argentinos conseguiram marcar o ponto necessário para vencer o game e adiar a definição do jogo.

No nono game, os espanhóis tiveram mais dois match points no saque de Nalbandian. Os argentinos salvaram o primeiro, mas uma devolução perfeita de Lopez ao saque de Nalbandian definou a parcial em 6/3.


Leia mais sobre: Copa Davis Feliciano Lopez Fernando Verdasco David Nalbandian Agustín Calleri



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Virada na casa do adversário
Depois de sair perdendo por 1 a 0, a Espanha virou o placar da final da Davis contra a Argentina

Topo