iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

17/11 - 09:16

Nadal encerra ano com folga na ponta; Djokovic cola em Federer

Espanhol se mantém na ponta enquanto assiste de longe a briga acirrada pela segunda colocação

Gazeta Esportiva

MADRI (Espanha) - Mesmo sem ter atuado na Masters Cup, Rafael Nadal iniciou sua 13ª semana como número um do mundo com muita tranqüilidade. Ao fim da última competição de 2008 que vale para o ranking de entradas, o espanhol consolidou seu domínio ao ficar com 1. 370 pontos à frente de Roger Federer. Para piorar a situação do suíço, o título de Novak Djokovic em Xangai o levou a encostar no rival da Basiléia, que passou a defender a segunda posição por apenas dez tentos.

Soberano durante toda a temporada, na qual conquistou oito títulos, sendo dois de Grand Slam e três de Masters Series, Nadal fechou o ano se dando ao luxo de não disputar a Masters e ainda assim manter grande vantagem na lista da ATP. Isso aconteceu por o espanhol, com uma lesão no joelho, foi beneficiado pela má campanha de Federer, que se despediu logo na primeira fase na China e com isso perdeu a chance de se ver a menos de 1.000 pontos do topo.

Contudo, a eliminação precoce do suíço não trouxe apenas esse prejuízo a ele. Ao encerrar a temporada com 1.875 tentos a menos que na anterior, ele desperdiçou a chance de completar seu quinto ano seguido na liderança. Pior: agora está ameaçado por Djokovic, que triunfou em Xangai para ficar a apenas dez pontos do adversário – a ‘salvação’ para o antigo número um, no entanto, pode estar em janeiro, quando o sérvio estará pressionado para repetir o título do Aberto da Austrália.

Ainda no top 10, Andy Murray não conseguiu manter a grande fase na Masters Cup, mas sua classificação às semifinais lhe consolidou no quarto posto – soma 3.720 pontos, contra 2.715 de Nikolay Davydenko e 5.295 de Djokovic. O russo, vice-campeão do evento, também comemorou, pois se distanciou da briga com os demais rivais: sexto colocado, Jo-Wilfried Tsonga soma 2.050 tentos, enquanto Gilles Simon, o sétimo, tem 1.980.

Encerram o grupo dos dez melhores tenistas do mundo o norte-americano Andy Roddick, que caiu da sexta para a oitava posição após abandonar o evento chinês quando este já estava em andamento, o argentino Juan Martín del Potro e mais um ianque, James Blake.

Confira como ficou o ranking de entradas final da temporada 2008:

1. Rafael Nadal - 6.675 pontos
2. Roger Federer - 5.305
3. Novak Djokovic - 5.295
4. Andy Murray - 3.720
5. Nikolay Davydenko - 2.715
6. Jo-Wilfried Tsonga – 2.050
7. Gilles Simon - 1.980
8. Andy Roddick - 1.970
9. Juan Martin del Potro - 1.945
10. James Blake - 1.775
11. David Nalbandian - 1.725
12. David Ferrer - 1.695
13. Stanislas Wawrinka - 1.510
14. Gael Monfils - 1.475
15. Fernando González - 1.420
16. Fernando Verdasco - 1.415
17. Robin Soderling - 1.325
18. Nicolas Almagro - 1.270
19. Igor Andreev - 1.245
20. Tomas Berdych - 1.215


Leia mais sobre: Rafael Nadal Roger Federer Novak Djokovic

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

djokovic

Para cima
Djokovic encostou em Federer na disputa pela vice-liderança do ranking da ATP

Topo
Contador de notícias