iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

10/11 - 10:36

Giles Simon surpreende e vence Federer na Masters Cup

Federer tem que vencer Andy Roddick e Andy Murray para manter chances de ir à semifinal do torneio

Gazeta Esportiva

XANGAI (China) - Tenista que só está classificado à Masters Cup devido à ausência do lesionado Rafael Nadal, Gilles Simon aprontou uma surpresa logo em sua primeira participação na competição que encerra a temporada. Em partida que abriu as disputas no Grupo Vermelho, o francês aplicou uma virada sobre Roger Federer: inseguro, o suíço chegou a abrir 6/4 e quebra de serviço no segundo set, mas permitiu a reação do rival, caindo por 6/4 e 6/3.

Após iniciar a partida de forma muito eficiente, complicando a consistência de Simon com slices de esquerda e subidas à rede, Federer se descontrolou quando parecia ter o jogo sobre controle: tinha 2/1 e saque na segunda parcial, mas deu bobeira e permitiu um break que mudaria o rumo do embate.

Mais confiante, o francês passou a aproveitar a fraqueza do serviço do suíço – que só encaixou três aces em toda a partida, quatro a menos que o adversário, e teve 52% de aproveitamento de primeiro saque – e, arriscando a partir das devoluções, sempre deixou o rival sob pressão. Desse modo, aplicou um 6/4 e teve um 0-40 à disposição para praticamente definir o jogo no sexto game da terceira parcial. Surpreendentemente, o tenista da Basiléia reagiu e chegou a colecionar três break points na seqüência, todos desperdiçados.

Depois do pequeno lapso, o número nove do mundo voltou a se impor no serviço de Federer para abrir 5/3 e ter a chance de sacar para o jogo. Nesse momento, o azarão não titubeou e provou que a vitória que havia conseguido sobre o rival no Masters Series do Canadá, por 2/6, 7/5 e 6/4, em julho passado, não havia sido obra do acaso.

Com a vitória, Simon já larga na frente no Grupo Vermelho, cuja primeira rodada será completa ainda nesta segunda-feira, quando entram em quadra Andy Roddick e Andy Murray. Já Federer, que precisará melhorar tanto o saque quanto a consistência se quiser conquistar o heptacampeonato da Masters Cup (cometeu 50 erros não-forçados), terá de vencer teoricamente os dois adversários mais fortes do grupo. Curiosamente, a conquista em Xangai do suíço em 2007 também veio de maneira semelhante: após dar um susto e ser derrotado por Fernando Gonzáles em sua estréia, o favorito emendou quatro vitórias consecutivas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

roger federer xangai

Zebra na estreia
Federer perde de virada para Simon e complica caminhada até o título do Masters de Xangai

Topo
Contador de notícias