iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

01/11 - 13:23

Nalbandian vence Davydenko e luta pelo bicampeonato em Paris

Argentino é o atual campeão e, apesar das dificuldades no jogo, conseguiu manter a boa fase

Gazeta Esportiva

PARIS (França) - O argentino David Nalbandian mostrou mais uma vez que está em ótima fase e decidido a revalidar o título de 2007 do Masters Series de Paris. Neste sábado, o número oito do ranking mundial venceu o russo Nikolay Davydenko, cabeça-de-chave seis do torneio parisiense, por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 5/7 e 6/4.

Com este resultado, o tenista de Córdoba avançou à final do evento, quando enfrentará o francês Jo-Wilfried Tsonga.

Esta foi a décima vez que Nalbandian e Davydenko se enfrentaram pelo circuito profissional, sendo que o argentino aumentou para 6 a 4 a vantagem sobre o russo no retrospecto de embates. A última vez que os dois haviam se enfrentado foi na semifinal da Copa Davis, em que a Argentina venceu e se classificou para a final contra a Espanha.

Com mais esta final, Nalbandian, que vem embalado por duas finais nos últimos três campeonatos que participou (vice-campeonato no Torneio da Basiléia e o título em Estocolmo), acabou com as esperanças de Davydenko se recuperar dos maus resultados nos últimos meses. Desde a vitória no Torneio de Varsóvia, em junho, o russo não chega a uma final, sendo que o máximo que conseguiu foram as quartas-de-final do Torneio de Moscou.  

O jogo 
Sem dar chances para Davydenko no primeiro set, o argentino começou o jogo em ritmo muito forte e quebrou o saque do adversário logo no segundo game, abrindo 2/0. Em seguida, Nalbandian confirmou o serviço e obteve mais uma quebra, levando o jogo para 4/0, mesmo após o russo ter salvado três brek-points. Por sua vez, o número seis do ranking não se intimidou e confirmou o serviço depois que o argentino também havia confirmado, deixando o placar em 5/1 para Nalbandian. Sacando para fechar o set, o tenista de Córdoba confirmou após acirrada disputa e venceu por 6/1.

Embora Davydenko tenha deixado o jogo mais equilibrado na segunda parcial, Nalbandian conseguiu, no terceiro game, quebrar o saque do adversário e fazer 2/1. Porém, logo depois, o russo devolveu a quebra e empatou o set, além de confirmar o serviço e virar para 3/2 a seu favor. A partir disso, a partida seguiu equilibrada e nenhum dos dois conseguiu obter novas quebras de serviço até o 12º game, quando Davydenko foi beneficiado por erros de Nalbandian e fechou o set em 7/5, empatando o jogo.

Já no terceiro set, o equilíbrio não deixou a quadra de Paris e os dois tenistas, mais uma vez, não tiveram chances de quebras de saque por bastante tempo. Somente no sétimo game a primeira oportunidade de break-point apareceu, e Nalbandian não a deixou escapar, fazendo 4/3. isso foi o suficiente para o tenista argentino se manter à frente e fechar o set em 6/4, avançando à final.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

Superioridade
Nalbandian tem Dayvidenko como freguês, já que ganhou 6 jogos contra o russo

Topo