iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

30/10 - 13:30

Tsonga levanta torcida e despacha Djokovic em três sets

Tenista francês derrotou o sérvio com parciais de 6/4, 1/6 e 6/3 e enfrenta Andy Roddick na semifinal

Gazeta Esportiva

PARIS (França) - Novak Djokovic bem que tentou apagar o mau retrospecto no Masters Series de Paris, porém uma derrota para Jo-Wilfried Tsonga o fez cair já nas oitavas-de-final do torneio. Mantendo-se em baixa na temporada de quadras cobertas, o sérvio caiu frente ao tenista da casa com parciais de 6/4, 1/6 e 6/3.

Com a nova queda precoce, Djokovic falha pela quarta vez consecutiva na tentativa de figurar entre os oito melhores tenistas do Masters francês. Para piorar, dá seqüência à série de resultados ruins, já que havia caído exatamente nesta fase há duas semanas, quando atuou em Madri.

Muito agressivo e eficiente tanto no serviço quanto nas subidas à rede, Tsonga encarou mais uma partida dramática assim como já havia feito na primeira rodada, em que superou de virada o tcheco Radek Stepanek. Depois de começar bem a partida, o francês perdeu totalmente o foco no segundo set, quando parecia acusar dores na perna esquerda.

No entanto, a pequena lesão não o impediu de voltar a mostrar seu melhor jogo na terceira parcial. Aparentemente recuperado depois de pedir atendimento médico, o vice-campeão do Aberto da Austrália quebrou o serviço de Djokovic logo no segundo game e dominou o marcador até fechar por 6/3.

Classificado, Tsonga não só disputará vaga nas semifinais em Paris contra Andy Roddick como mantém vivo o sonho de disputar de forma inédita a Masters Cup. Com as eliminações de Juan Martín del Potro e Gilles Simon no torneio francês, o número 14 do planeta só depende de seus resultados para chegar à Copa do Mundo: precisa no mínimo ser vice-campeão diante de seus compatriotas.

Blake vence e também sonha: Além de Tsonga, outro tenista que continuou sonhando com a Masters Cup ao vencer seu desafio nesta quinta-feira foi James Blake. Embora estivesse vivendo má fase, o norte-americano se livrou do momento irregular ao se impor com um duplo 6/4 sobre o alemão Philipp Kohlschreiber.

Garantido nas quartas, Blake, atual décimo colocado da Corrida dos Campeões, também contou com as quedas de Del Potro e Simon para maximizar suas chances de viajar a Xangai: agora, para ir à cidade chinesa em novembro sem depender de outros resultados ele terá de avançar à final em Paris. Entretanto, o ianque também pode se garantir avançando às semis caso Tsonga não vá à final e o título não fique com David Nalbandian, Fernando Verdasco ou Gael Monfils.

Para seguir com chances, portanto, antes mesmo de fazer as contas o norte-americano deve pensar em bater possivelmente Roger Federer. O encontro das quartas-de-final acontecerá se o suíço confirmar o favoritismo para cima do croata Marin Cilic.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo