iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

28/10 - 10:50

Caçula Radwanska e Bammer perdem na estréia em Quebec

Polonesa e norte-americana não talentos para o futuro, mas ainda não conseguiram engrenar entre as profissionais

Gazeta Esportiva

QUEBEC (Canadá) - Realizando aos poucos a transição para o circuito profissional do tênis feminino, a jovem polonesa Urszula Radwanska não conseguiu passar para a segunda fase do Torneio de Quebec. Na segunda-feira, a irmã mais nova da top 10 Agnieszka Radwanska foi eliminada logo na estréia pela norte-americana Julie Ditty por 2 sets a 0, com parciais 7/6 (7-1) e 6/2.

Ex-número 1 do ranking mundial juvenil com 17 anos, Urszula Radwanska aparece atualmente na posição 134 da lista das melhores tenistas profissionais. Foi a sexta participação da polonesa em torneios de nível WTA: antes, disputou Pattaya, Doha, Indian Wells, Wimbledon e Tashkent.

Ditty, 12 anos mais velha que Radwanska e dona da colocação 102 do ranking, avança às oitavas-de-final e aguarda a vencedora do confronto entre a alemã Sabine Lisicki, cabeça-de-chave número 9, e a húngara Melinda Czink.

A grande zebra do primeiro dia de partidas no torneio canadense foi a norte-americana Melanie Oudin, de 17 anos e 209ª da WTA. A adolescente, quarta do ranking mundial juvenil da ITF, não tomou conhecimento da austríaca Sybille Bammer, terceira favorita e 26ª do mundo, e eliminou a cabeça-de-chave por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 3/6 e 7/5. Oudin pegará na etapa seguinte a russa Olga Puchkova, que despachou a anfitriã Marie-Eve Pelletier por 6/3 e 6/1.

Já a sexta pré-classificada em Quebec, a norte-americana Bethanie Mattek, não vacilou como Bammer e eliminou a canadense Sharon Fichman por duplo 6/3 e também passou às oitavas-de-final. Na rodada seguinte, ela pegará outra tenista da casa: Valerie Tetreault, que derrotou a francesa Mathilde Johansson por 6/1 e 7/5.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias