iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

23/10 - 17:45

Federer sua, mas supera 'freguês' e chega às quartas em casa

Jogando em casa, tenista número 2 do mundo venceu Nieminen por 2 sets 0

Gazeta Esportiva

BASILÉIA - Assim como aconteceu na estréia do Torneio da Basiléia, o suíço Roger Federer voltou a ter dificuldades para conseguir mais uma vitória diante de sua torcida. Nesta quinta-feira, diante do finlandês Jarkko Nieminen, o atual número 2 do mundo precisou de dois tie-breaks para cravar seu espaço nas quartas-de-final em sua própria casa.

Semifinalista do Masters Series de Madri há uma semana, Federer ficou em quadra durante 1h35 para eliminar um de seus maiores fregueses no circuito profissional. Mais sólido nos momentos decisivos, contudo, o suíço ratificou a vitória por 2 sets a 0 com um duplo 7/6, com parciais de 8-6 e 7-1 nos games de desempate.

Foi a décima vitória de Federer sobre Nieminem, em dez partidas realizadas entre os dois tenistas. Curiosamente, o suíço ex-soberano do ranking de entradas da ATP costuma se dar bem nas competições que disputa após encarar o finlandês: foi campeão de cinco torneios em que cruzou com o nórdico na chave.

Os dois tenistas, aliás, disputaram a final da edição de 2007 do Torneio da Basiléia. O título de Federer veio com muito mais facilidade do que o triunfo desta quinta-feira. Há um ano, o então melhor do mundo superou Nieminen por 6/3 e 6/4 para ficar com o título em sua cidade-natal.

Federer medirá forças nas quartas-de-final com o italiano Simone Bolelli, 42º do mundo. O tenista da Velha Bota despachou também nesta quinta o espanhol Marcel Granollers por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/2.

Além do anfitrião cabeça 1, outro favorito a vencer na Basiléia foi o argentino Juan Martín del Potro, terceiro favorito, que despachou o suíço Stephane Bohli por 2 sets a 0, com duplo 6/3. O sul-americano número 9 do mundo pegará nas quartas o russo Igor Andreev, sexto pré-classificado.

Já o norte-americano James Blake, quarto favorito e 11º do mundo, teve que virar o jogo diante do espanhol Oscar Hernández para avançar às quartas-de-final. O tenista dos Estados Unidos só ratificou o triunfo por 2 sets a 1 após as complicadas parciais de 6/7 (4-7), 6/2 e 6/4, que lhe deram o direito de encarar o também espanhol Feliciano López na rodada seguinte.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias