iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

14/10 - 10:00

Simon bate Blake em confronto direto pela Masters Cup

Francês deve subir no ranking em relação ao norte-americano, que era o favorito no duelo

Gazeta Esportiva

MADRI (Espanha) - Dono da 12ª posição da Corrida dos Campeões, Gilles Simon chegou ao Masters Series de Madri com uma desvantagem de 51 pontos para James Blake, o nono colocado da mesma lista. Entretanto, o francês já fez essa diferença cair nesta terça-feira, quando soube se impor sobre o norte-americano para vencer confronto direto pela Masters Cup definido por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/1 e 6/4.

Curiosamente, Simon havia ficado muito perto de ser eliminado logo na primeira rodada na Espanha – em partida realizada na segunda-feira, teve de salvar quatro match points antes de superar também de virada o russo Igor Andreev. Após se salvar de derrota que praticamente acabaria com o sonho de classificar-se à Copa do Mundo do tênis, o atleta de Nice se superou para despachar Blake.

Cabeça-de-chave número 11 do evento, o norte-americano saiu de um bom primeiro set para cair sem oferecer grande resistência na seqüência, em resultado que comprometem bastante suas chances de voltar à Masters Cup: como perderá pontos na Corrida dos Campeões, passará a somar 285 na semana que vem, sendo que o argentino Juan Martín del Potro, que hoje seria o último classificado à competição que encerra a temporada, já coleciona 312.

Sem ter nada a ver com os problemas pelos quais passa o norte-americano, Simon comemora a vitória, que não só lhe vale vaga para enfrentar o russo Nikolay Davydenko ou o também ianque Robby Ginepri, como o faz entrar de vez na briga pela oitava colocação da lista: mesmo que seja eliminado nas oitavas-de-final, sairá de Madri com 266 pontos.

Moyá dá adeus na estréia: A partida de Blake foi a única envolvendo um tenista pré-classificado na abertura da rodada em Madri. Nas demais partidas já encerradas, todas ainda válidas pela primeira fase, destaque para a derrota de Carlos Moyá.

Número 46 do planeta, o espanhol foi atropelado pelo alemão Philipp Kohlschreiber com um duplo 6/2. Em ascensão na carreira, o 31º colocado do ranking precisou de apenas 1h05 para bater o experiente adversário e provou que está realmente em boa fase, visto que na semana passada havia sido eliminado apenas nas semifinais do Torneio de Viena.

Confira outros resultados de primeira rodada no Masters Series de Madri:

Gael Monfils (FRA) v. Fabio Fognini (ITA): 6/2 e 6/4

Jarkko Nieminen (FIN) v. Mikhail Youzhny (RUS): 7/5, 3/6 e 6/2

Marcel Granollers (ESP) v. Paul-Henri Mathieu (FRA): 6/4 e 6/4


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias