iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

25/09 - 12:35

Federação cede, e Córdoba é favorita para receber final da Davis

Para tentar vencer Nadal, tenistas argentinos querem que disputa seja realizada em Córdoba, em quadra rápida

Gazeta Esportiva

BUENOS AIRES (Argentina) - Ainda não há uma definição sobre a cidade-sede da final da Copa Davis 2008, porém é provável que a vontade dos jogadores argentinos se imponha sobre a dos cartolas. Embora gostaria de manter Buenos Aires como casa do selecionado alviceleste, a Associação Argentina de Tênis (AAT) deve ceder à vontade de David Nalbandian, Juan Martín del Potro e do capitão Alberto Mancini e receber a Espanha no carpete coberto de Córdoba.

Embora Córdoba, capital da província natal de Nalbandian, tenha passado a ser a candidata número um para se tornar o local da decisão do evento, é provável que a disputa para se chegar a um acordo só deva se encerrar mesmo na próxima quarta-feira, novo prazo para acontecer a definição depois que a AAT solicitou um adiamento de dois dias nesse sentido junto a Federação Internacional de Tênis (ITF).

De qualquer forma, a cidade periférica aparece agora como favorita para ser o palco em que será conhecido o destino da Copa Davis, uma vez que o vice-presidente da entidade que rege o tênis argentino, Arturo Grimaldi, admitiu que o Estádio cordobês Orfeo “tem muitas chances”, enquanto o Parque Roca, cujo saibro vem recebendo a equipe nos últimos confrontos em Buenos Aires, está “quase descartado”.

A disputa, além de ser técnica, pois Nalbandian, Mancini e os demais atletas consideram que receber a Espanha em quadras rápidas é a única maneira de tentar parar Rafael Nadal, também é claramente política. Nesse contexto, até Juan Schiaretti, governador da província cordobesa, já fala abertamente sobre o caso. “Que Deus nos ajude a trazer a Davis para Córdoba”, afirmou.

Para finalizar, o último ponto que separa a final da competição por equipes do interior da Argentina é econômico, visto que o Parque Roca portenho tem capacidade para abrigar 14 mil pessoas, quatro mil a mais do que o Orfeo, mesmo com as adaptações que devem ser realizadas, é capaz de oferecer.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar