iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

21/09 - 11:03

Nadal passa por Roddick e recoloca Espanha na final

Número 1 do mundo fez a diferença no quarto jogo da semifinal da elite da Copa Davis

Gazeta Esportiva

MADRI (Espanha) - O melhor tenista do mundo em atividade colocou a Espanha na final da Copa Davis de 2008 após quatro anos. Neste domingo, Rafael Nadal não deu chances para Andy Roddick na quarta partida da semifinal em Madri, conquistou uma vitória fácil com direito a ‘pneu’ (6/0) sobre o oitavo colocado do ranking de entradas da ATP e encerrou a disputa com 3 triunfos a 1 para os ibéricos sobre os atuais campeões do torneio entre nações.

Beneficiada pela torcida e sobretudo pelo piso lento, a Espanha viu um Nadal arrasador diante de Roddick. Arrojado e consistente, o Rei do Saibro bateu o norte-americano em 2h12 de partida por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/0 e 6/4 e com direito a nada menos do que 60 bolas vencedoras (contra 39 do rival).

Esta não foi a primeira vez que Nadal superou Roddick em uma edição da Davis. Em 2004, os dois tenistas se enfrentaram na decisão em Sevilha e o espanhol – então com 18 anos – superou o já consagrado norte-americano por 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (6-8), 6/2, 7/6 (8-6) e 6/2 – colaborando para o título de sua nação.

No geral, foi o quarto triunfo do atual número 1 do mundo sobre Roddick em seis partidas realizadas no circuito profissional. Em 2008, os dois tenistas haviam em duas oportunidades: nas quartas-de-final do Torneio de Dubai, com triunfo do norte-americano por 7/6 (7-5) e 6/2, e nas semifinais de Queen’s, com Nadal dando o troco por 7/5 e 6/4.

Antes de sacramentar o 3 a 1 neste domingo, Nadal já havia dado o primeiro ponto para a Espanha na sexta-feira, quando superou Sam Querrey na abertura do duelo em Madri. No mesmo dia, David Ferrer bateu Roddick de virada por 3 sets a 2.

Com o triunfo, a Espanha retorna à final da Copa Davis após quatro anos. O país bicampeão (venceu em 2000 e 2004) enfrentará o vencedor do confronto entre Argentina e Rússia, que será definido também neste domingo na cidade de Buenos Aires.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias