iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

15/09 - 11:07

Queda de González e reação de Moyá se destacam em ranking parado

Nadal completou um mês na liderança, e continua com vantagem de pouco mais de mil pontos para Federer

Gazeta Esportiva

PARIS (França) - Como os principais tenistas do circuito profissional ainda descansam após a maratona encarada nas últimas semanas, poucas mudanças marcaram a divulgação do novo ranking de entradas. Nesse contexto, as maiores alterações tiveram como protagonistas o chileno Fernando González, que perdeu pontos referentes ao título do Torneio de Pequim, e o espanhol Carlos Moyá, finalista em Bucareste no último domingo.

Fora do top 10 desde janeiro, quando falhou na tentativa de defender o vice-campeonato no Aberto da Austrália, González havia conseguido retornar ao grupo na primeira semana de setembro, mas novamente se viu fora dele em virtude do evento de Pequim, que acabou atrasado em duas semanas na comparação do atual calendário com o do ano passado.

Assim, os 175 pontos diminuídos do seu somatório no ranking de entradas foram suficientes para colocar o chileno na 11ª posição, provocando avanços para o suíço Stanislas Wawrinka, que como número nove do mundo chega ao melhor posicionamento da carreira, e para o norte-americano James Blake, agora o décimo colocado.

Além da mudança do Bombardeiro de La Reina, que não teve relação efetivamente com os jogos disputados na semana passada, a outra alteração se deve ao Torneio de Bucareste, única competição da ATP disputada nos últimos dias. Como o campeão Gilles Simon “apenas” defendeu os pontos ganhos em 2007, mantendo-se na 17ª posição na lista, a novidade ficou para o vice: Moyá.

O espanhol, número um do planeta em 1999, havia despencado no ranking após o encerramento do Aberto dos Estados Unidos e agora minimizou as perdas, saindo do 61º posto direto para o 49º. Já o romeno Victor Hanescu, que havia sido finalista no saibro de seu país na última temporada, acabou despencando: antigo número 50 do mundo, passou a ser o 67º colocado.

Na disputa pela ponta da ATP, Rafael Nadal completou um mês desde que chegou à liderança, logo depois dos Jogos Olímpicos de Pequim, e continua com vantagem de pouco mais de mil pontos com relação a Roger Federer (7.000 a 5.930). Novak Djokovic, por sua vez, segue em terceiro, somando 4.855 tentos.

Brasileiros: Outros nomes que também não atuaram na semana passada pelo circuito profissional de tênis, Thomaz Bellucci e Marcos Daniel mantiveram as posições já ostentadas há seis dias: são respectivamente os 78º e 79º colocados.

Tendo em vista a próxima divulgação do ranking, porém, o gaúcho tem boas chances de tirar do paulista a condição de número um do país, uma vez que é o principal favorito ao título do Challenger de Cali, enquanto que o compatriota não somará pontos porque defenderá o Brasil no confronto contra a Áustria, válido pela Copa Davis.

Tenista que também estará presente na competição por equipes, Thiago Alves acabou prejudicado na ATP nesta segunda-feira por não ter atuado na última semana: perdeu 27 pontos ganhos em 2007 em New Orleans, caindo do 120º para o 127º lugar. Na seqüência, Franco Ferreiro, que estará na Davis como reserva, também caiu, retrocedendo dois postos e sendo agora o número 140 do mundo.

Confira como ficou o novo ranking de entradas:

1. Rafael Nadal (ESP) – 7.000 pontos

2. Roger Federer (SUI) – 5.930

3. Novak Djokovic (SER) – 4.855

4. Andy Murray (ESC) – 3.040

5. David Ferrer (ESP) – 2.490

6. Nikolay Davydenko (RUS) – 2.400

7. David Nalbandian (ARG) – 1.975

8. Andy Roddick (EUA) – 1.845

9. Stanislas Wawrinka (SUI) – 1.670

10. James Blake (EUA) – 1.650

11. Fernando González (CHI) – 1.645

12. Richard Gasquet (FRA) – 1.615

13. Juan Martín del Potro (ARG) – 1.518

14. Ivo Karlovic (CRO) – 1.475

15. Fernando Verdasco (ESP) – 1.440

16. Tommy Robredo (ESP) – 1.390

17. Gilles Simon (FRA) – 1.390

18. Nicolás Almagro (ESP) – 1.305

19. Igor Andreev (RUS) - 1.260

20. Jo-Wilfried Tsonga (FRA) – 1.250

78. Thomaz Bellucci (BRA) – 538 pontos

79. Marcos Daniel (BRA) – 537

120. Thiago Alves, (BRA) – 366

138. Franco Ferreiro (BRA) – 327

198. Ricardo Hocevar (BRA) – 201

203. Ricardo Mello (BRA) – 197

207. André Ghem (BRA) – 193

220. João Olavo Souza (BRA) – 179

232. Caio Zampieri (BRA) – 167

247. André Miele (BRA) – 156

254. Daniel Silva (BRA) – 148

294. Rogério Dutra Silva (BRA) – 123


Leia mais sobre: ATP

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias