iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

09/09 - 13:14

Federer volta a ser segundo e torce por 'milagre' contra Nadal

Tenista teria que tirar uma diferença de 344 pontos para Nadal, vencendo praticamente todos os torneios

Gazeta Esportiva

NOVA YORK (Estados Unidos) - Ainda é muito difícil, mas pelo menos o título do Aberto dos Estados Unidos fez Roger Federer sonhar com a possibilidade de encerrar pelo quinto ano consecutivo na liderança da Corrida dos Campeões. Agora dono de 921 pontos, o suíço desbancou Novak Djokovic e voltou à segunda posição da lista, precisando agora de um “milagre” nos próximos meses para superar os 1.265 tentos de Rafael Nadal.

Embora um avanço de Federer seja muito difícil, uma vez que a diferença entre os dois líderes é de 344 pontos, praticamente o total que estará em jogo até o fim da temporada com os Masters Series de Paris e Madri e na Masters Cup, a situação do tenista da Basiléia é bem mais confortável do que era há 15 dias – à época, ele era o terceiro colocado da Corrida e tinha uma desvantagem de 454 tentos para Nadal.

Com mais cinco torneios a se disputar até o fim de 2008 (além dos três já citados, ele confirmou presença nos Torneios da Basiléia e de Estocolmo), o suíço precisaria colecionar grandes resultados e ainda torcer por fracassos do espanhol, que não costuma atingir o melhor nível nas quadras de carpete.

No restante da lista que só leva em consideração os resultados da temporada, Djokovic perdeu terreno e é o terceiro colocado com 875 pontos, porém ainda ostenta uma grande diferença para os 520 do escocês Andy Murray, que avançou ao quarto lugar com o vice-campeonato do US Open.

Mais atrás, destaque para o norte-americano Andy Roddick, que tomou a sétima posição do compatriota James Blake, e para o argentino Juan Martín del Potro, que avançou três postos e agora fecha o top 10. Outros nomes que comemoraram nesta terça-feira foram Mardy Fish, que saiu do 25º rumo ao 16º lugar, Gael Monfils (25º colocado), Kei Nishikori (69º) e Gilles Muller, que ganhou 97 posições para atingir o 86º lugar.

Entre os brasileiros, o avanço à segunda rodada em Nova York não foi suficiente para colocar Thomaz Bellucci como o melhor do país, em situação contrária à exibida no ranking de entradas. Com 25 pontos e na 122ª colocação, ele soma dois tentos a menos que Marcos Daniel, número 118 da Corrida dos Campeões.

Enquanto Julio Silva segue com os três pontos referentes ao ATP de Munique, o Brasil ao menos ganhou um novo representante na lista: Thiago Alves. O tenista de São José do Rio Preto cravou seu nome ao furar o qualifying e só parar diante de Federer na segunda fase em Nova York, colecionando dez pontos suficientes para colocá-lo no 163º posto.

Confira os 20 primeiros da Corrida dos Campeões e os principais brasileiros:

1. Rafael Nadal (ESP) – 1.265 pontos

2. Roger Federer (SUI) – 921

3. Novak Djokovic (SER) – 875

4. Andy Murray (ESC) – 520

5. Nikolay Davydenko (RUS) – 417

6. David Ferrer (ESP) – 337

7. Andy Roddick (EUA) – 329

8. James Blake (EUA) – 309

9. Stanislas Wawrinka (SUI) – 286

10. Juan Martín del Potro (ARG) – 272

11. Fernando González (CHI) – 266

12. Nicolás Almagro (ESP) – 253

12. Fernando Verdasco (ESP) – 253

14. Igor Andreev (RUS) – 239

15. Gilles Simon (FRA) – 236

16. Mardy Fish (EUA) – 226

17. Tommy Robredo (ESP) – 218

18. Jo-Wilfried Tsonga (FRA) – 215

19. Marin Cilic (CRO) – 205

20. Ivo Karlovic (CRO) – 202

118. Marcos Daniel (BRA) – 27

122. Thomaz Bellucci (BRA) – 25

163. Thiago Alves (BRA) – 10

227. Julio Silva (BRA) – 3

Leia mais sobre: Roger Federer Rafael Nadalig



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar