iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

30/08 - 10:00

Roddick sofre, mas vira sobre Gulbis e encara Seppi

Aniversariantes do sábado fizeram um duelo equilibrado, com norte-americano levando a melhor no fim

Gazeta Esportiva

NOVA YORK (Estados Unidos) - Ernests Gulbis esteve muito próximo de protagonizar uma grande decepção para a torcida norte-americana no encerramento da rodada desta sexta-feira no Aberto dos Estados Unidos, mas, depois de vencer o primeiro set e sacar para fechar o segundo, permitiu que uma grande virada mantivesse na disputa Andy Roddick, que avançou à terceira fase ao vencer por 3 a 1, com parciais de 3/6, 7/5, 6/2 e 7/5.

O duelo, além de ter sido um dos mais emocionantes do dia em Nova York, ainda reunia uma curiosidade, pois ambos os tenistas nasceram no dia 30 de agosto. Como o duelo entrou na madrugada local, Gulbis comemorou 20 anos e Roddick 26 em plena quadra, sendo que o letão esteve perto de sair dela mais feliz.

Muito firme no saque e abusando de deixadinhas e voleios precisos, o azarão não encontrou problemas para vencer o primeiro set e abrir 5/3 na seqüência, fazendo inclusive com que o rival perdesse a compostura, quebrando sua raquete ao atirá-la no chão.

No entanto, nesse momento o serviço do europeu não esteve tão seguro, e o norte-americano aproveitou a falha com perfeição, soube mudar o ritmo do jogo utilizando slices e, assim, faturou quatro games seguidos para iniciar uma virada fundamental para a definição do resultado.

Classificado após um sufoco inicial, o número oito do mundo segue vivo no único Grand Slam em que já triunfou (em 2003) e agora, mais confiante do que nunca, é favorito para bater o italiano Andreas Seppi. O número 31 do mundo se credenciou para realizar o confronto inédito após se livrar do espanhol Guillermo García-López também em quatro sets: 6/2, 4/6, 6/2 e 6/2.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo