iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

28/08 - 23:43

Nadal leva susto, mas passa por norte-americano
Muito apoiado pela torcida local no US Open, De Heart chegou a quebrar o serviço do melhor do mundo

Gazeta Esportiva

  • Número 1 do mundo, Ivanovic é surpreendida por zebra francesa
  • Argentino Del Potro vira o jogo e elimina Thomaz Bellucci
  • Safina oscila, mas bate italiana no US Open
  • Venus Williams derrota paraguia e avança nos Estados Unidos
  • Ferrer, Murray e Blake vencem seus jogos e seguem no Aberto
  • Leia mais sobre tênis e US Open no Blog do Paulo Cleto
  • NOVA YORK (Estados Unidos) - O espanhol Rafael Nadal levou um pequeno susto no terceiro set do confronto com o norte-americano Ryler De Heart, mas não teve problemas para vencer o tenista da casa pelo Aberto dos Estados Unidos. Muito apoiado pela torcida local, De Heart chegou a quebrar o serviço do melhor do mundo no set decisivo, mas Nadal voltou a exibir o tênis que o consagrou e fechou o jogo com 3 a 0 (6/1, 6/2 e 6/4).

    O adversário de Rafa na próxima fase será o sérvio Viktor Troicki, que eliminou o alemão Philipp Kohlschreiber, cabeça 25 em Flushing Meadows. Troicki vencia o confronto por 2 sets a 1, e imprimia 3/0 em Kohlschreiber no set final, quando o adversário desistiu da disputa.

    Nos dois primeiros sets da partida, o público viu o espanhol tomar conta do jogo, fechando rapidamente as parciais. No terceiro set, no entanto, o norte-americano decidiu complicar a partida para Nadal. Ele quebrou o serviço do número 1 do mundo, e chegou a abrir 3/0. O tenista de Maiorca, no entanto, se recuperou na partida e fechou o jogo com o placar de 3 a 0.

    Nadal enfrentou o sérvio apenas uma vez no circuito profissional, no início de 2008, em partida válida pelo primeiro Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália, e venceu o duelo por 3 a 0, com parciais de 7/6 (7-3), 7/5 e 6/1.


    Leia mais sobre:

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    AP

    Não tão fácil
    Rival assustou espanhol no terceiro set, mas Nadal confirmou supremacia de número 1 do tênis

    Topo