iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

25/08 - 17:04

Daniel é atropelado por Nalbandian e cai em Nova York

Desempenho do número 1 do Brasil no Aberto dos EUA não durou mais do que 1h39 e três sets disputados

Gazeta Esportiva

NOVA YORK (Estados Unidos) - A passagem de Marcos Daniel pela edição 2008 do Aberto dos Estados Unidos não durou mais do que 1h39. Diante do argentino David Nalbandian na rodada de estréia, o tenista número um do Brasil foi massacrado em quadra e despediu-se do último Grand Slam da temporada com uma derrota por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/2 e 6/4.

Atualmente na colocação 82 do ranking de entradas da ATP, Daniel não conseguiu fazer frente e impor resistência a Nalbandian, dono do sétimo posto na lista dos melhores tenistas do mundo. A superioridade do tenista de Córdoba ficou evidente desde o primeiro set, fechado em rápidos 20 minutos.

Daniel conseguiu diminuir a superioridade de Nalbandian no segundo set, mas ainda assim continuou sofrendo com as fortes devoluções do argentino. Ainda que tenha se aproximado de uma quebra de saque no sétimo game, quando perdia por 5/2, acabou não aproveitando os dois break points que teve e viu o rival fechar a parcial com 6/2 em 33 minutos.

O brasileiro conseguiu melhorar ainda mais no terceiro set e manteve a disputa equilibrada até a parte final, que se estendeu por 36 minutos. Com o placar empatado por 4/4, no entanto, o Daniel perdeu o saque pela primeira vez na parcial e viu Nalbandian sacar para fechar a vitória por 6/4, ratificando os 3 a 0 em um total de 1h39.

Sem perder um game de saque sequer, o argentino se preparar para, agora, encarar o vencedor do duelo entre o lucky loser uzbeque Andrey Golubev com o norte-americano Bredan Evans.

Enquanto isso, Marcos Daniel amarga a sua quarta derrota consecutiva no circuito profissional. Antes de entrar na chave principal do Aberto os EUA, o gaúcho tinha sido eliminado nas estréias dos Jogos Olímpicos de Pequim (pelo austríaco Jurgen Melzer) e do Torneio de New Haven (pelo alemão Denis Gremelmayr) e na segunda rodada do Torneio de Umag.

Em torneios de piso rápido – superfície de todos os ATPs até o final da temporada –, o jejum do brasileiro é ainda maior. O último triunfo no cimento aconteceu em janeiro, no Challenger de São Paulo, onde chegou às semifinais.

Esta foi a segunda passagem de Daniel pelo Grand Slam nova-iorquino na carreira. Em 2006, o gaúcho também caiu na primeira rodada ao perder para o russo Teimuraz Gabashvili por 3 sets a 2, com 6/3, 6/2, 3/6, 3/6 e 6/3.

O Brasil ainda tem mais dois representantes na chave principal de simples do US Open: Thomaz Bellucci, que ainda nesta segunda encara o espanhol Oscar Hernandez, e Thiago Alves, que furou o qualifying e fará sua estréia diante do chileno também quali Paul Capdeville.


Leia mais sobre: Marcos Daniel Aberto dos Estados Unidos David Nalbandian

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo