iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

09/08 - 15:11

Alves vai à final na Espanha e volta a ser o número três do país
Atualmente o 155º colocado da lista, ele ganhará no mínimo 21 posições na próxima segunda, voltando a sero 3º tenista do país

Gazeta Esportiva

SERGOVIA (Espanha) - Santiago Ventura, Guillermo García-López e Michael Berrer são todos tenistas que figuram ou já figuraram no top 100 e, na disputa do Challenger de Sergovia, todos têm em comum o fato de terem caído diante de Thiago Alves.

Em franca evolução rumo a retomar o melhor nível de jogo, o brasileiro deu mais um grande passo neste sábado, eliminando o alemão em três sets, com 1/6, 6/4 e 7/5, para chegar à final da forte competição espanhola.

Número 51 do mundo em novembro do ano passado e atualmente o 108 do planeta, Berrer conta no currículo com boas participações em torneios de nível ATP (foi semifinalista em Moscou no ano passado), mas também não resistiu ao enfrentar Alves.

Depois de um primeiro set bastante ruim, o tenista de São José do Rio Preto colocou a cabeça no lugar e deu grande volta por cima, assim como já havia feito na sexta-feira, quando também aplicou 2 sets a 1 sobre García-López.

Passado o desafio de bater mais um cabeça-de-chave, o terceiro somente em Sergovia, Alves comemora mais um bom resultado depois de chegar às semifinais em Cordenons, na semana passada, e buscará contra o ucraniano Sergiy Stakhovsky, número 127 da ATP, o sexto título de challenger da carreira, o segundo nesta temporada.

Novo número três do Brasil
Mais do que a bela campanha em si, que recoloca o brasileiro em boa fase, Thiago Alves ainda tem muito a comemorar no que toca ao ranking de entradas. Atualmente o 155º colocado da lista, ele ganhará no mínimo 21 posições na próxima segunda-feira, voltando a ser o terceiro melhor tenista do país.

Com no mínimo 343 pontos, o paulista superará, mesmo que não fature o título na Espanha, o somatório de 335 do gaúcho Franco Ferreiro, que após encaixar série de bons resultados em challengers pela Europa não atua há duas semanas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo