iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

01/08 - 15:32

Carrasca de Ivanovic, Paszek comemora noite de ‘primeiras vezes’

Tenista austríaca de apenas 17 anos, treinada pelo brasileiro Larri Passos, festejou a quebra de vários tabus

Gazeta Esportiva

MONTREAL (Canadá) - Vivendo um 2008 terrível até o início desta semana, a austríaca Tamira Paszek chamou a atenção na noite desta quinta-feira ao eliminar do Torneio de Montreal ninguém menos do que Ana Ivanovic, número um do mundo. Com apenas 17 anos, a tenista treinada pelo brasileiro Larri Passos festejou como nunca o triunfo por 6/2, 1/6 e 6/2 e, ainda, a quebra de vários tabus que marcavam sua curta carreira.

”A primeira coisa que pensei quando venci o jogo foi ‘Bom, garota, você conseguiu. O jogo acabou’”, contou Paszek, atualmente na posição 94 do ranking de entradas da WTA. “A segunda coisa que veio à minha cabeça era o fato de que esta foi a primeira vez que bati uma top 10. Tive algumas chances de vencer uma tenista bem ranqueada antes, mas nunca havia conseguido”, prosseguiu.

Mas não foi apenas a eliminação de uma tenista entre as dez melhores do mundo o único feito inédito de Paszek em sua carreira. A pupila de Larri aproveitou para destacar outro detalhe importante de seu resultado. “Foi também a primeira vez que venci uma partida à noite, em toda a minha carreira. Tive muitas ‘primeiras vezes’ hoje. Não sei como, mas conseguiu”, resumiu.

A austríaca também ganhou elogios de sua vítima. Ivanovic, que reclamou de uma dor no polegar da mão direita, reconheceu o potencial de Tamira Paszek. “Foi muito frustrante essa derrota porque senti dores a partida inteira. O incômodo não era tão intenso, mas eu não conseguia segurar minha raquete quando ia rebater bolas na direita. Lutei o máximo que pude e realmente quis ganhar, mas a Tamira é uma jogadora muito boa e fez por merecer”, concluiu.


Leia mais sobre: Tamira Paszek Torneio de Montreal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo