iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

07/07 - 14:01

Nadal ameaça soberania de Federer no ranking mundial

Vitória em Wimbledon aproximará espanhol do suíço na lista da ATP; temporada de Nadal é melhor do que a de Federer

Reuters

WIMBLEDON (Inglaterra) - Rafael Nadal está muito perto de se tornar o melhor tenista do mundo, apesar de o ranking mundial desta segunda-feira mostrar que ele ainda está no segundo lugar. Números à parte, Nadal provou sua supremacia diante de Roger Federer ao terminar com o domínio de cinco anos do suíço em Wimbledon, no domingo, em um duelo épico de cinco sets e quase 5 horas de duração.

Além de levar a coroa do All England Club, o espanhol também encerrou o recorde de Federer de 65 vitórias consecutivas na grama. 'O jogador que vence Roland Garros e Wimbledon no mesmo ano para mim é o número um do mundo', disse o tricampeão Boris Becker. 'O computador ainda não entendeu isso.'

Para se ter uma idéia da dificuldade de vencer Roland Garros e Wimbledon em um mesmo ano, Nadal se tornou o primeiro a conseguir o feito desde que Bjorn Borg o conseguiu em 1980.

Com a derrota de Wimbledon se somando ao humilhante resultado imposto por Nadal em Roland Garros, quando o suíço só venceu quatro games, a posição de Federer no topo do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) parece estar seriamente ameaçada.

Federer lidera o ranking pelo tempo recorde de 232 semanas consecutivas, e Nadal está em segundo pelo tempo recorde de 155 semanas. Se o computador não refletir o que todos podem ver, sua autenticidade poderá ser em breve questionada, especialmente depois que Nadal conquistou seis títulos em 2008, sendo dois Grand Slams e dois eventos da Master Series.

Em comparação, Federer venceu dois torneios menores mas ainda está à frente de seu rival espanhol por 545 pontos. Para um atleta que venceu 12 Grand Slams em um período de apenas cinco anos, Federer teve de lidar com alguns importantes retrocessos em 2008.

Recuperando-se de uma mononucleose no início do ano, o suíço perdeu o título do Aberto da Austrália para o sérvio Novak Djokovic. Depois disso, Federer passou por seu pesadelo em Paris. Mas nada irá doer tanto quanto perder sua estimada coroa de Wimbledon.

'No tênis, infelizmente há perdedores e vencedores, não há empates', disse o suíço de 26 anos, que esperava estabelecer o recorde de seis títulos consecutivos no Grand Slam inglês.


Leia mais sobre: Rafael Nadal Roger Federer ranking da ATP Wimbledon

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

nadal e federer

Passando o bastão?
Federer reconhece a supremacia de Nadal em Wimbledon; cena pode se repetir no ranking

Topo
Contador de notícias