iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

03/07 - 14:40

Schuetller vence duelo épico e agora encara Nadal
Rainer Schuetller precisou suar muito para vencer Arnaud Clement, mas depois de muita luta e um match point salvo, conseguiu avançar às semifinais de Wimbledon

Gazeta Esportiva

Após ver a partida ser interrompida por falta de luz natural no dia anterior quando o marcador apontava 1 set a 1, os tenistas voltaram à quadra nesta quinta-feira, e quem levou a melhor foi o alemão, que se sobressaiu nos momentos decisivos para aplicar parciais de 6/3, 5/7, 7/6 (8-6), 6/7 (5-7) e 8/6.

O confronto de quartas-de-final decidido com um dia de atraso foi o mais surpreendente da edição 2008 de Wimbledon, visto que envolvia dois tenistas já na casa dos 30 anos e muito longe dos melhores colocados do ranking de entradas. Ao final de uma maratona que no somatório dos cinco sets durou mais de cinco hora, Schuetller garante seu retorno a uma semifinal de Grand Slam, feito que ele não atingia desde 2003, quando foi vice-campeão do Aberto da Austrália.

Para voltar a freqüentar, pelo menos de forma momentânea, o seleto grupo dos melhores do esporte, o alemão contou com a força no saque. Se até o jogo ser paralisado na quarta-feira havia anotado dois aces, ele aumentou este número para 13 nesta quinta. No entanto, a consistência no serviço não foi suficiente para manter a grande vantagem que Schuetller ostentava no quarto set: apesar de ter o jogo quase perdido (a estar com desvantagem de 1 a 4 na etapa), Clement conseguiu uma virada, forçando uma quinta parcial.

Após 2h23 minutos de bola em quadra apenas nesta quinta, os dois tenistas foram disputar o ser decisivo, e o empolgado Clement parecia levar vantagem. Mais sólido, o francês confirmava o seu saque com mais facilidade que o adversário e, desse modo, teve o ponto para vencer a partida no décimo game. Valente, o germânico não desistiu, salvou o match point e subiu o nível para ter a chance de sacar com vantagem de 6/5.

A irregularidade voltaria a marcar a partida na seqüência, sendo que Schuetller desperdiçou a grande oportunidade de consumar a vitória, cedendo um duplo break point. O equilíbrio do duelo só foi interrompido pela chuva no All England Club, que esfriou os ânimos dos atletas. Depois de quase uma hora de paralisação, o alemão voltou um pouco mais concentrado para o confronto, conseguindo uma quebra de saque e carimbando seu passaporte para as semifinais, onde vai tentar desbancar ninguém menos que Rafael Nadal.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo