iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

01/07 - 10:00

Seguro na grama, Cunha vai às oitavas no juvenil
Se não costuma formar bons tenistas em quadras de grama, o Brasil cada vez mais tem em Henrique Cunha uma esperança para acabar com esse panorama. Nesta terça-feira, o paulista voltou a se apresentar bem no torneio juvenil de Wimbledon, garantindo vaga nas oitavas-de-final ao bater o canadense Milos Raonic com um duplo 6/4.

Gazeta Esportiva

Cabeça-de-chave número seis do Grand Slam britânico, Cunha já encaixa o segundo bom resultado seguido sobre a superfície mais rápido do circuito. Há três semanas, ele brilhou ao faturar o tradicional evento de Queen’s, também disputado em Londres.

Nesta terça, o tenista de 18 anos abriu a rodada na quadra 4 do All England Club com bastante tranqüilidade. Firme no saque, o brasileiro encaixou nove aces e teve um aproveitamento de 71% dos primeiros serviços. Completando a boa exibição, ele ainda esteve muito seguro junto à rede, onde venceu 12 dos 14 pontos que disputou.

Para tentar ir ainda mais longe na grama de Wimbledon, Cunha disputará vaga nas quartas diante do austríaco Philip Lang, que eliminou o russo Alexei Grigorov, 11º pré-classificado, também em sets diretos, parciais de 6/3 e 6/4.

Com a queda de André Sá e Marcelo Melo nesta segunda na chave de duplas, o paulista de Jaú passou a ser o único representante brasileiro ainda vivo Wimbledon. Antes, sempre no circuito profissional, haviam caído Bruno Soares, que jogou ao lado do sérvio Dusan Vemic, e Marcos Daniel e Thomaz Bellucci, que formaram parceria na preparação para os Jogos Olímpicos de Pequim. Em simples, Daniel caiu logo na estréia, ao passo que Bellucci durou uma rodada a mais.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo