iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

18/06 - 17:45

Sampras assume favoritismo, mas destaca força de rivais
Um dia antes de estrear na etapa de São Paulo do ATP Tour of Champions, competição que reúne alguns dos melhores ex-tenistas da história, o norte-americano Pete Sampras não negou seu favoritismo para o torneio. Hoje com 36 anos, o ex-número um do mundo admitiu ser um dos candidatos ao troféu do evento, mas previu uma disputa complicada contra os rivais até a final.

Gazeta Esportiva

“Sou um dos favoritos”, admitiu Sampras, que enfrentará na primeira fase o brasileiro Fernando Meligeni, o brasileiro naturalizado alemão Marc Goellner e o austríaco Tomas Muster, ex-líder do ranking de entradas da ATP e campeão de Roland Garros em 1996. “Mas os jogadores também são muito bons. Já enfrentei todos eles, e cada partida será muito difícil”, acrescentou.

Se conseguir terminar com a melhor campanha da fase de grupos, Sampras deverá enfrentar na decisão, no domingo, outro ex-melhor do mundo: Marcelo Ríos. E, de acordo com o próprio norte-americano, o chileno vice-campeão do Aberto da Austrália de 1998 deverá ser mesmo seu rival mais complicado.

“O Marcelo deve ser o mais difícil, pois ainda também é muito novo”, destacou Pete Sampras, lembrando-se do fato de o ex-atleta chileno possuir apenas 32 anos. Quando ainda estavam na ativa, os dois tenistas se enfrentaram em duas oportunidades, ambas vencidas pelo representante dos Estados Unidos: na segunda rodada de Roland Garros-2004 e nas oitavas-de-final do Masters Series de Stuttgart-2001.

Sampras chegou ao Brasil no início desta semana. Recuperado de uma lesão nas costas, que forçou o reagendamento da etapa paulista do Tour of Champions (estava marcado para maio, inicialmente), o lendário tenista garantiu não sentir mais dores. “Sofri essa contusão recentemente, mas já estou melhor. Agora, venho tentando me manter em forma”, concluiu.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo