iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Tênis

18/06 - 16:31

Murray não concorda com definição de cabeças de Wimbledon
Após a divulgação dos cabeças-de-chave do Grand Slam de Wimbledon, o britânico Andy Murray não concordou com a decisão dos organizadores de colocá-lo como o 12º favorito. Atualmente, o tenista é o 11º do ranking da ATP, mas a organização colocou o cipriota Marcos Baghdatis (25º) e o tcheco Tomas Berdych (19º) à frente de Murray.

Gazeta Esportiva

Segundo o regulamento do Grand Slam inglês, a distribuição dos cabeças-de-chave pode ser realizada de acordo não semente com o ranking, mas, também, amparada nos resultados da última edição do torneio. Neste caso, Murray saiu prejudicado, já que em 2007 uma lesão no pulso o afastou de Wimbledon e Roland Garros.

“Acredito que sou u um dos melhores tenistas na grama, mas somente porque perdi em Wimbledon no ano passado fui prejudicado. Não gostei. Particularmente, eu acho que deveriam basear a definição no ranking, seria muito mais fácil”, afirmou o escocês.

Embora não vá encontrar os grandes favoritos Federer e Nadal no início do torneio, Murray sabe que enfrentará grandes dificuldades. “Se tomarmos por base o Aberto da Austrália, eu joguei com o Jo-Wilfried Tsonga na primeira rodada, o que apontava ser uma boa estréia, mas ele acabou na final”, lembrou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo