Problemas registrados no mais recente clássico de Campinas podem custar caro para os dois times

selo

As confusões registradas no clássico campineiro disputado no último sábado, pela 11.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, devem custar caro tanto para a Ponte Preta quanto para o Guarani . Nesta sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) confirmou a denúncia contra os dois rivais, que serão julgados na próxima semana.

A torcida do Guarani entrou em conflito com a Polícia Militar e incendiou um banheiro e parte das arquibancadas do Estádio Moisés Lucarelli. A Ponte ainda tem contra si o fato de um animador de torcida ter provocado os visitantes com palavras ofensivas, o que teria aumentado a revolta nas arquibancadas.

Ponte Preta e Guarani foram denunciados no artigo 213, que prevê multa de R$ 100 a R$ 100 mil e perda do mando de campo de uma a dez partidas para times envolvidos "em caso de desordem, invasão ou lançamento de objeto pela torcida".

O clássico local foi vencido pela Ponte Preta, por 2 a 0. O resultado manteve o time na vice-liderança da tabela, com 23 pontos. Já o Guarani segue em queda livre na Série B. Não vence há sete rodadas e está na penúltima colocação, com apenas nove pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.