Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Quem bate o pênalti? Grêmio faz rodízio para surpreender rivais

Sete jogadores treinam cobranças diariamente após os trabalhos no Olímpico

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Ronaldinho Gaúcho no Flamengo, Rogério Ceni no São Paulo ou Paulo Baier no Atlético-PR. Comum em muitos clubes, o batedor oficial de pênalti não é uma realidade no Grêmio. Sete jogadores alternam as cobranças justamente para confundir o rival. O rodízio, por enquanto, dá resultado.

Em quatro cobranças, entre Gauchão e Libertadores, o clube gaúcho não desperdiçou nenhuma. Douglas, Gabriel e Borges (duas vezes) estufaram a rede adversária. André Lima, Adilson, Fábio Rochemback e Rodolfo completam o time de titulares que treinam diariamente as cobranças.

“A surpresa é fundamental para o sucesso. O goleiro não pega o método e tem muito mais dificuldade em defender”, justificou o técnico Renato Gaúcho.

O treinador, na preleção do jogo, define quem irá bater. Pode acontecer de, durante a partida, mudar. Tudo em nome da confiança. O centroavante explicou:

“Renato fala que vai deixar bater quem estiver melhor em campo”.

Na quarta-feira, em caso de empate com o Caxias, o título da Taça Piratini, o primeiro turno do Gauchão, vai para os pênaltis. O Grêmio está preparado.
 

Leia tudo sobre: grêmiopênalticampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG