Tamanho do texto

Operários atearam fogo em acomodações após colega ser atropelado no domingo

selo

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul identificou nesta quarta-feira o autor dos incêndios que destruíram dois alojamentos de operários que trabalham na construção da Arena do Grêmio . O nome do suspeito não foi divulgado, mas sabe-se que ele tem 22 anos e foi apontado como responsável pelos atos por quatro testemunhas e reconhecido por outras quatro em fotografias. O delegado Flávio Conrado disse que o jovem vai responder pelos crimes de dano, incêndio, paralisação do trabalho seguido de violência e perturbação da ordem.

Os incidentes ocorreram no domingo, depois de um trabalhador paraibano ser atropelado e morrer tentando atravessar uma rodovia ao lado da obra. Revoltado, um grupo de colegas ameaçou agredir o motorista, que havia parado para prestar socorro, e protestou pela falta de passarelas entre um lado e outro da pista. Houve tumulto e os alojamentos foram queimados.

A Construtora OAS, responsável pela obra, informou que disponibiliza transporte da Arena ao alojamento nos dias úteis e providenciou outras hospedagens para os operários que ficaram desabrigados. Depois de um dia de paralisação, por motivo de luto, na segunda-feira, o trabalho foi retomado na terça-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.