Tamanho do texto

A italiana começou a sentir dores nas costas ainda no primeiro set, vencido por ela, por 6/2

A série de lesões que vem afetado diversos tenistas neste início de temporada fez mais uma vítima neste domingo. Depois de Kim Clijsters, Sabine Lisicki, Serena Willians, Tommy Haas e Roger Federer, desta vez foi a vez da italiana Flavia Pennetta. A italiana abandonou na final do Torneio de Auckland, na Austrália, e abriu caminho para o título da chinesa Zheng Jie. O jogo, que estava programado para sábado, foi adiado por conta das chuvas. 

A italiana começou a sentir dores nas costas ainda no primeiro set, vencido por ela, por 6/2. A chinesa se recuperou no segundo set e ganhou por 6/3. Quando Jie liderava a terceira parcial por 2/0, Pennetta preferiu abandonar, frustrar a torcida, mas não agravar a lesão às vésperas do primeiro Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália, que começa no próximo dia 16.

E mais: Federer desiste por lesão e Tsonga vai à final

Este foi o quarto título da chinesa, que viveu um jejum de conquistas nos últimos cinco anos. A última vez que Jie havia sido campeã fora em 2006, quando faturou os torneios de Estoril e Estocolmo. "Faz muito tempo, mas eu estou muito feliz por ter conquistado este título", comemorou a chinesa de 28 anos. "Eu tive duas grandes lesões, no meu pulso e no meu tornozelo, mas eu estou de volta", garantiu. 

Já Pennetta explicou as razões da desistência. "Ainda não sei o que aconteceu, vou fazer um exame amanhã (segunda-feira). No 4/2 no primeiro set foi quando eu comecei a sentir. Quando eu servia era realmente dolorido. Ela começou a cometer alguns erros, o que acontece quando você vê seu adversário machucado, mas não foi bom para mim continuar na quadra. Eu tentei continuar, mas não foi como eu queria", justificou.