Na próxima semana, as 16 seleções se enfrentam na terceira e última fase classificatória do torneio

Derrotada pelos Estados Unidos na primeira rodada do Grand Prix, a Sérvia devolveu o resultado, venceu e acabou com a invencibilidade das atuais campeãs. Pelo Grupo H, em Komaki (Japão), o time europeu derrotou a equipe rival por 3 sets a 1, parciais 25/12, 17/25, 25/23 e 25/15.

Na última vez que as equipes se enfrentaram, na semana passada, os Estados Unidos venceram em cinco sets e tudo indicava que o resultado iria se repetir, até que a Sérvia tomou total controle da partida.

Jovana Nrakocevic foi a principal sérvia em quadra e terminou o embate com 22 pontos. Pelo lado norte-americano, Foluke Akinradewo teve atuação de destaque, com 12 tentos marcados.

Com mais este resultado, a Sérvia termina a segunda rodada do Grand Prix com quatro vitórias e duas derrotas nesta edição do Grand Prix, enquanto os Estados Unidos têm uma campanha de cinco triunfos e um revés.

Na outra partida pelo Grupo H, o Japão sofreu para derrotar a República Dominicana. Em uma partida equilibrada, as donas da casa venceram por 3 sets a 1, parciais 25/22, 26/24, 23/25 e 25/20.

Pelo Grupo G, a invicta Rússia manteve o 100% de aproveitamento e passou pela China sem dificuldades. Jogando em Quanzhou, casa das adversárias, as campeãs mundiais venceram por 3 sets a 0, parciais 25/22, 25/23 e 25/21. No outro jogo da chave, a Alemanha derrotou o Peru também em sets diretos: parciais 25/23, 25/13 e 25/18.

A Tailândia, jogando pelo grupo do Brasil, arrasou o Cazaquistão. Em Almaty (Cazaquistão), palco dos duelos da chave F, as tailandesas aplicaram 3 sets a 0, parciais 26/24, 25/23 e 25/21.

Com o fim da segunda rodada do Grand Prix, as 16 seleções se preparam para a terceira e última fase classificatória, que será realizada no próximo semana, para a decisão da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.