Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

“Para fazer história é preciso ser campeão”, diz Loco Abreu

Atacante uruguaio do Botafogo comemorou a vitória contra o Peru, que levou a seleção à final da Copa América

Paulo Passos, enviado iG a La Plata |

Melhor sul-americano no último Mundial e classificado para a final da Copa América , o Uruguai é o time do momento no continente. Para o atacante Loco Abreu , tudo que aconteceu até agora recuperou o prestígio da seleção, mas ainda não coloca o atual time na história do futebol uruguaio.

“Para isso é preciso conquistar títulos, ser campeão. Estamos a um jogo disso. Reencontramos o caminho do prestígio, mas para fazer história temos que vencer o próximo jogo”, afirmou o jogador do Botafogo após a vitória contra o Peru, nesta terça-feira, que classificou a equipe para a final da Copa América.

Em La Plata, os uruguaios venceram por 2 a 0 e agora esperam o vencedor de Venezuela e Paraguai para final de domingo, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Nas quartas de final, a seleção celeste venceu a Argentina, dona da casa.

Se conseguir conquistar o torneio, o Uruguai irá ultrapassar os argentinos em números de taças da Copa América. Hoje, as duas seleções têm 14 títulos. O Brasil soma oito.

“Ainda falta um jogo para a história. O primeiro objetivo conquistamos, que era chegar à final e fazer um bom torneio”, disse Abreu.

O atacante é reserva no time que tem Fórlan e Luis Suárez. “Não tem problema. Mesmo reserva, estou feliz. Você tem que entender que temos os melhores atacantes do mundo. Sou reservas deles e aprendo com isso, sabe?” afirmou. “É um grupo legal, que está há muito tempo junto, desde 2006. Objetivo de todos é o mesmo: ser campeão”, completou.

Leia tudo sobre: UruguaiLoco AbreuCopa América 2011Botafogo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG