Ouro no pentatlo moderno no Pan-2007, pernambucana disputa edição de Guadalajara para participar de sua segunda Olimpíada

Divulgação
Yane Marques na prova de esgrima, uma das modalidades do pentatlo moderno
Pernambucana de Afogados da Ingazeira, Yane Marques vem dominando o pentatlo moderno nas Américas nos últimos anos e, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, a história não deve ser diferente. Medalha de ouro no Rio-2007, Yane acaba de conquistar o sétimo lugar no Mundial de Moscou, na Rússia, e chega como favorita no Pan, competição que vai dar quatro vagas para os Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Yane esteve em Pequim, em 2008, quando foi 18ª colocada. Os bons resultados já levaram a brasileira à terceira posição no ranking mundial. Hoje ela é a quinta colocada. Suas principais adversárias em Guadalajara serão a norte-americana Margaux Isaksen, 18ª do mundo, as canadenses Donna Vakalis (32ª)  e Melanie Mccann (35ª), e a também brasileira Priscila Oliveira (24ª).

Isaksen foi a 11ª colocada no Mundial de Moscou, disputado em setembro. Quem também participou foi Mccann, que terminou na 33ª posição.

Além do sétimo lugar no Mundial, neste ano Yane conquistou a medalha de ouro nos Jogos Mundiais Militares, no Rio, e o quinto lugar na etapa da Hungria da Copa do Mundo. Antes de chegar em Guadalajara, passou duas semanas treinando nos Estados Unidos.

Veja também: cobertura completa dos Jogos de Guadalajara

O pentatlo moderno é formado pelas disputas de esgrima, natação, hipismo e de uma prova combinada de tiro e corrida. O esporte nasceu na Grécia Antiga e, na versão moderna, inspirou-se nos soldados de cavalaria do século XIX. Nas Olimpíadas modernas foi introduzido nos Jogos de Estocolmo-1912.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.