Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Tênis feminino do Brasil vence nas duplas e escapa de fiasco

Teliana Pereira e Vivian Segnini derrotam chilenas na estreia e continuam na briga para manter bom retrospecto em Jogos

iG São Paulo |

Getty Images
Vivian Segnini e a parceira Teliana Pereira venceram nas duplas e já estão na semifinal
O tênis feminino brasileiro conseguiu um respiro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Depois de as três representantes do país perderem na estreia da chave de simples, a dupla, formada por Teliana Pereira e Vivian Segnini, venceu na primeira rodada, nesta quarta-feira, e já está na semifinal.

Teliana e Vivian derrotaram as chilenas Daniela Seguel e Camila Silva por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4.

Leia mais: Rogerinho e Mello estão nas quartas

Desde os Jogos de Indianápolis-1987, o tênis feminino volta para casa com medalha. Nos Estados Unidos, foi a última medalha em simples, com o ouro de Gisele Miró. Desde então, foram dois ouros (em Winnipeg-1999 e Santo Domingo-2003), uma prata (em Havana-1991)  e dois bronzes (em Mar del Plata-1995 e no Rio-2007) em duplas.

Teliana esteve na última conquista, ao lado de Joana Cortez. As próximas adversárias das brasileiras, pela semifinal, são as norte-americanas Irina Falconi e Christina Mchale, dupla cabeça de chave nº 2 do Pan. O jogo será nesta quinta-feira, às 20h de Brasília.

A outra integrante da equipe, a carioca Ana Clara Duarte, também se salvou depois da eliminação nas simples. Ao lado de Rogério Dutra Silva, Ana Clara venceu os peruanos Bianca Botto e Duilio Beretta por 6/3 e 6/4 e está na semifinal das duplas mistas. Os próximos adversários, nesta quinta-feira, às 23h de Brasília, são os mexicanos Ana Paula De La Peña e Santiago Gonzalez, que venceram os paraguaios Veronica Cepede e Diego Gabano por 7/5 e 6/0.

Acompanhe o blog da Maurren Maggi, direto de Guadalajara

A disputa das duplas mistas estava ausente do Pan há 16 anos e voltou em Guadalajara. O Brasil tem três medalhas nessa modalidade. A última foi a prata de Claudia Chabalgoti e William Kyriakos, em Havana-91.

 

Leia tudo sobre: tênisbrasilpan 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG