Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Técnico Zé Roberto não escolhe adversário na fase final do vôlei

Brasil avança direto para as semifinais e aguarda vencedor de duelo entre Porto Rico e República Dominicana

Gazeta |

O comandante da seleção brasileria feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, afirmou que não tem preferência de adversário no caminho rumo à medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México. Na noite de segunda, o Brasil bateu Cuba por 3 a 1 (25/23, 21/25, 25/22 e 25/18) e já se garantiu na semifinal, sem precisar disputar as quartas de final.

Leia também: Brasileiras dão bronca em Jaqueline e comemoram recuperação

Vipcomm
Thaisa olha a bola cair em ponto brasileiro. O Brasil venceu a partida por 3 sets a 1
Agora, a equipe nacional aguarda o vencedor do duelo entre República Dominicana e Porto Rico. Na avaliação do técnico, não dá para escolher adversário: ele quer a mesma atenção da equipe, independentemente de quem for o vitorioso. "Temos que vencer todos para conquistar o ouro. Estamos aqui para isso. Jogos como o de hoje apontam os nossos erros, nossas falhas, como aconteceu com o bloqueio e a defesa. Elas fizeram cinco pontos de saque e nós apenas dois", ressaltou.

Veja também: Sheilla não vê EUA entre os maiores adversários brasileiros

Perguntado se encarou a partida como uma revanche da final do Pan de 2007, na qual as cubanas estragaram a festa brasileira, Zé Roberto não comprou a ideia. "No ano seguinte, conquistamos o ouro em Pequim. O Pan serve para isso: uma grande preparação para os Jogos Olímpicos", disse.

Já a líbero Fabi percebeu uma melhoria significativa no estilo de jogo de Cuba. "O time está mais jovem e mais rápido. Além disso, elas estão arriscando muito no saque. Foi um bom teste para a nossa equipe", comentou.

Confira como está o quadro de medalhas do Pan

A experiente Paula Pequeno, por sua vez, garantiu que as meninas do Brasil não caem mais nas tradicionais provocações das rivais. "Nos já as conhecemos pelo jeito de olhar e de gritar dentro de quadra. Estamos calejadas e não caímos mais nesta armadilha", explicou.

A partida entre as dominicanas e as porto-riquenhas será realizada nesta noite, às 23 horas (de Brasília). O Brasil folga na terça e aguarda seu adversário da semifinal para enfrentá-lo no dia seguinte, no mesmo horário.

Leia tudo sobre: pan 2011vôleibrasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG