Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Seleção canadense campeã de hóquei na grama aposta na experiência

Atletas e comissão técnica usam possibilidade de vaga para Jogos Olímpicos como motivação extra

Marcel Frota, especial para o iG de SP |

A seleção canadense de hóquei na grama se prepara para defender o título de atual campeão Pan-Americano e mira a oportunidade de conquistar sua vaga para as Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados em 2012. O time, que também quer manter a primeira posição no ranking local da modalidade, esbanja otimismo e aposta na preparação que fez para garantir uma boa performance no Pan. Os Jogos Pan-Americanos serão disputados de 14 a 30 de outubro em Guadalajara, no México.

De acordo com Robin D’Abreo, técnico da seleção canadense, defender o título Pan-Americano é uma oportunidade fruto de um "tremendo esforço, trabalho e comprometimento dos atletas e da equipe técnica". "Durante a preparação nos últimos oito meses, estivemos em competições que envolviam equipes européias e Pan-Americanas e por isso acredito que isso ajudou muito para o desafio que virá agora", disse D’Abreo. O Brasil não vai participar do hóquei na grama.

Um dos trunfos da equipe canadense para manter o título, sua posição no ranking e a tão esperada vaga para os Jogos Olímpicos está na experiência do grupo em competições desse tipo. Ken Pereira, capitão da equipe, por exemplo, já disputou quatro edições dos Jogos Pan-Americanos. "Sempre fico entusiasmado em poder representar a seleção do meu país no Pan", garantiu o atleta.

Pereira assegurou que a equipe está ansiosa em poder competir e que a chance de garantir uma vaga para as Olimpíadas é uma motivação a mais. "Aqueles que estão no grupo e já participaram de uma Olimpíada querer sentir esse gostinho de novo. Além disso, é empolgante também ver os novos jogadores tendo a oportunidade de participar de uma competição que dá essa chance de classificação para os Jogos Olímpicos", afirmou o capitão canadense.

O jogador demonstrou ainda satisfação com a lista dos convocados para o Pan-Americano. "Há uma mistura interessante de atletas veteranos com aqueles mais jovens. Além disso, temos todo um grupo de pessoas trabalhando o aspecto técnico e nos ajudando a treinar duro e pressionando todo o grupo a atingir a máxima performance”, acrescentou Pererira.
 

Leia tudo sobre: Pan 2011Hóquei na gramaRobin D’Abreo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG