Com a vitória por 3 sets a 0 sobre o Canadá, seleção masculina fecha o dia na liderança do grupo B

A seleção brasileira masculina de vôlei estreou com vitória fácil nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Mesmo usando a equipe B, chamada de seleção de novos , o Brasil fez 3 sets a 0 diante do Canadá, com parciais de 25/17, 25/13 e 25/13, em 1h04min de partida.

Veja o calendário completo do Pan 2011

A estreia do Brasil também foi a estreia da maioria dos jogadores. Da equipe que começou a partida contra os canadenses, o oposto Wallace Souza , os ponteiros Lipe e Thiago Alves , o central Éder e o líbero Mário Jr estão no primeiro Pan. Ainda entraram o levantador Murilo Radke e o ponta Renato , outros estreantes. Os únicos veteranos são o central Gustavo e o levantador Bruninho . No bganco, mais uma estreia. O time é comandado por Rubinho, mas Bernardinho, que segue treinando a seleção principal em Saquarema, já disse que acompanhará o Pan e dará pitacos .

Leia mais sobre o Pan-Americano no blog do Rogério Romero

Na primeira partida, não foram necessárias as famosas broncas de Bernardinho. Os novatos não se intimidaram diante do Canaá. Éder foi o maior pontuador da partida, com 17 bolas no chão. Do lado canadense, quem mais pontuou foi Spencer Leiske, com 10 acertos. O Brasil ainda liderou com folga as outras estatísticas. Foram cinco aces contra nenhum do Canadá, e 9 a 4 em bloqueio, além de 44 a 25 em ataques.

Com o resultado, o Brasil fecha o dia na liderança do grupo B, já que os Estados Unidos venceram Porto Rico apenas no tie-break. No grupo A, Cuba, apontada como favorita já que conta com seu elenco principal, teve trabalho, mas venceu a Argentina, também por 3 sets a 2. No último jogo desta segunda-feira, a seleção da casa, o México, passou pela Venezuela por 3 a 1.

Veja o quadro de medalhas atualizado do Pan-Americano

A seleção masculina volta à quadra nesta terça-feira, às 16h (horário de Brasília), diante de Porto Rico. Equipe encerra a primeira fase contra os Estados Unidos na quarta-feira, às 23h. O primeiro colocado do grupo já garante vaga direta na semifinal.

O jogo
O primeiro set começou com troca de bolas e o Brasil só abriu três pontos na primeira parada técnica, com 8 a 5 em um contra-ataque de Thiago Alves. Aos poucos, a seleção brasileira se distanciou no placar e, depois de 16 a 10 no segundo tempo, marcou 18 a com com Gustavo, que fez um ace e uma bela defesa que rendeu o contra-ataque de Eéder. O Canadá ainda tentou forçar o saque, e salvou um set point ao explorar o bloqueio, mas o Brasil fechou no fundo com Lipe em 25 a 17.

Brasil começou colocando pressão no segundo set e logo abriu 7 a 2, depois de dois ponto de Éder, no ataque e no bloqueio, e um na bola de cheque com Thiago Alves. A seleção brasileira seguiu dominando e impôs uma sequência de quatro pontos, abrindo 15 a 5, a maior vantgem do jogo até o momento. Pouco depois, o oposto Wallace Souza ainda acertou um ataque, colocando 11 pontos na frente (17 a 6). Com ace do central Éder, o Brasil marcou 23 a 11 e venceu a parcial sem dificuldade por 25 a 13, com Gustavo pelo meio.

Acompanhe os Jogos Pan-Americano em tempo real no iG

No terceiro set, o Canadá saiu na frente, mas o Brasil buscou e empatou em 3 a 3. A virada veio no 6 a 5, com bloqueio de Éder. Com Wallace pelo fundo, a seleção abriu dois pontos pela primeira vez no set, com 9 a 7 no placar. Depois, deslanchou e com uma bola de cheque, um bloqueio e dois no saque, fez 18 a 10. O técnico Rubinho aproveitou e mexeu no time, colocando o levantador Murilo Radke, o oposto Wallace Martins e o ponta Renato. Com outro ponto de Éder no meio, a seleção abriu 23 a 11. Para fechar, contra-ataque e 25 a 13 no placar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.