Com uma prata e um bronze, tenista mantém tradição da modalidade de conquistar medalha no torneio continental

O tênis manteve a rotina de conquistar medalhas em Jogos Pan-Americanos , na disputa em Guadalajara, mas esperava-se mais do sexteto que foi ao México. Foram apenas duas medalhas, uma de prata nas simples masculina, e um bronze nas duplas mistas.

Leia mais: Rogerinho perde de colombiano

Em um torneio esvaziado e com jogadores mal ranqueados, os brasileiros entraram como favoritos, mas só Rogério Dutra Silva , o Rogerinho, cumpriu seu papel. Rogerinho levou a prata, depois de dois ouros em simples seguidos, com Flávio Saretta no Rio 2007 e com Fernando Meligeni, em Santo Domingo 2003. João Olavo Soares , o Feijão, foi eliminado logo na estreia, e Ricardo Mello caiu nas quartas de final.

A decepção ficou mesmo com a equipe feminina. Depois de 24 anos, as meninas voltaram de um Pan sem medalha. Teliana Pereira e Vivian Segnini perderam a disputa do bronze. Ana Clara Duarte limpou um pouco a barra ao conquistar o bronze nas duplas mistas, ao lado de Rogerinho.

No geral, o colombiano Robert Farah foi o destaque no masculino, com ouro nas simples e nas duplas, e a norte-americana Irina Falconi brilhou no feminino, com ouro nas simples e prata nas duplas.

Veja imagens do torneio de tênis no Pan do México:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.