Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Robles sobra, bate recorde e é ouro nos 110 m com barreiras

Cubano dominou a final e com o tempo de 13s10 bateu a marca de seu compatriota Anier Garcia, que perdurava desde 1999

iG São Paulo |

Recordista mundial dos 110 metros com barreiras, o cubano Dayron Robles não decepcionou e nem pensou em dar chance para seus adversários esta tarde em Guadalajara. Ele garantiu o ouro e colocou Cuba mais uma vez a frente do Brasil no quadro de medalhas, esquentando ainda mais a disputa pódio a pódio entre os dois países na briga pela vice-liderança no ranking da competição. Robles marcou o tempo de 13s10 e estabeleceu novo recorde Pan-Americano para a modalidade. A prata foi para o equatoriano Paulo Cesar Villar e o bronze ficou para o cubano Orlando Ortega.

Leia ainda: Atletismo pode recuperar hegemonia dourada no Pan

Único representante brasileiro na final dos 110 metros com barreiras, Matheus Inocencio nem chegou perto de brigar pelo pódio. Ele ficou em último lugar. Robles não precisou de muito esforço para vencer em Guadalajara. Largou bem e disparou na frente, mostrando a absoluta superioridade de um atleta vencedor de competições do primeiro escalão do atletismo mundial contra rivais tecnicamente limitados. Próximo à linha de chegada ele relaxou e apenas comemorou. A melhor marca do cubano é de 12s87.

Lançamento de disco

Momentos depois Robles colocar Cuba na frente do Brasil no quadro de medalhas, a compatriota dele, Yarelys Barrios venceu a final do lançamento de disco e amplicou a vantagem dos caribenhos. A prata no lançamento de disco feminino foi para a americana Aretha Dawn Thurmond e o bronze para a também cubana Denia Caballero. As brasileiras Fernanda Borges (7ª) e Elisangela Adriano (8ª) ficaram longe das medalhas.

Leia tudo sobre: Pan 2011atletismo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG