Carla Cortijo, atleta da seleção de Porto Rico, afirma que sua equipe tem condições de superar as brasileiras na semifinal

As três vitórias tranquilas que a seleção feminina brasileira de basquete conquistou na primeira fase dos Jogos Pan-Americanos não assustam as jogadoras de Porto Rico – adversário da semifinal. Para Carla Cortijo, conquistar uma vaga na final deixando o Brasil pelo caminho não é uma missão impossível.

Leia também: Sílvia Gustavo diz que Brasil é o time a ser batido no Pan

“Temos de seguir jogando da maneira como estamos jogando e confiar na nossa equipe. Nós podemos vencer o Brasil, elas são humanas como a gente. Podemos ganhar, vamos ganhar”, afirmou a atleta.

Confira o calendário dos Jogos Pan-Americanos

Cortijo foi a responsável pela vitória portorriquenha sobre a Argentina neste domingo por 73 a 70. Ela acertou quatro lances livres seguidos nos segundos finais que decretaram a classificação da equipe para as semifinais.

Veja como está o quadro de medalhas do Pan

“Foram arremessos muito importantes, tive que me concentrar bastante. O barulho que fizeram foi fenomenal, mas no fim consegui acertar. Estou feliz e bastante orgulhosa de poder ter ajudado minha equipe a passar às semifinais”, disse a jogadora.

O confronto semifinal entre Brasil e Porto Rico aonctece nesta segunda-feira, às 16h de Brasília.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.