Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Pan 2011 festeja estratégia de arenas cheias e bolsos vazios

Plano de colocar ingressos a preços populares fez com que arrecadação fosse modesta, mas com que os bilhetes se esgotassem

Marcel Rizzo e Vicente Seda, enviados iG a Guadalajara |

Vicente Seda/iG
Ingressos esgotados, a preços baixos, têm sido rotina no Pan de Guadalajara
Apesar de se notarem alguns lugares vazios em parte das arenas dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara , nesta quarta-feira se esgotaram as entradas para todas as modalidades ainda em disputa na cidade mexicana, bem como para a cerimônia de encerramento. Com um total de quase um milhão de bilhetes vendidos, o comitê organizador do evento, o Copag, festeja o acerto na estratégia de encher as arenas em vez de encher os bolsos. Em diversas competições, como na ginástica artística e no vôlei, era possível ver filas de gente esperando por ingressos que não existiam, com cartazes na mão.

Leia também: A natação, a organização e as dúvidas

Horácio De La Vega, responsável pelo controle dos ingressos no Copag, afirmou ao iG, na quarta-feira, que ainda havia poucas entradas para judô, futebol feminino e basquete (só jogos preliminares). À noite, porém, a bilheteria ao lado da Expo Guadalajara, onde fica o centro de mídia dos Jogos, avisava: “Não há mais ingressos para nenhuma modalidade, todas as bilheterias estão interligadas em rede”.

Confira o calendário dos Jogos Pan-Americanos

O total arrecadado com a venda de bilhetes não impressiona. Segundo De La Vega, o montante foi de pouco mais de US$ 11 milhões. “Foi um grande sucesso. Isso foi uma estratégia do comitê. Queríamos todos os locais de competição cheios. Colocamos um preço baixo, se for ver a média do preço dos ingressos era de cerca de US$ 9, mas foi uma escolha. Achamos melhor encher as arenas do que gerar muita receita com isso”, disse.

Getty Images
Torcida lota a arena de vôlei de praia na final da modalidade

Em alguns locais, como no estádio de futebol, era possível ver diversos assentos vazios em alguns jogos. Torcedores chegaram a reclamar que muitas empresas compraram lotes de entradas para seus funcionários, mas muitos não compareceram ao evento. Desta forma, havia espaço, muitos queriam entrar, mas as cadeiras ficaram vazias.

Veja como está o quadro de medalhas do Pan

Outra parte do plano do Copag foi contemplar escolas, medida não raramente vista em partidas da Copa do Mundo da Fifa. Em Guadalajara, porém, valeu o bom desempenho. “Demos ingressos para cerca de 55 mil estudantes, com as melhores notas da cidade. Levamos os nossos melhores alunos com ônibus do evento e demos camisetas para torcerem. O lado social deste Pan será muito importante para a cidade. Queremos que todas as arenas sejam aproveitadas depois”, disse.

Leia tudo sobre: pan 2011guadalajaraingressos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG