Durante a disputa dos jogos, serão realizados 1400 testes de urina e 300 de sangue nos competidores

Divulgação
Ao todo, 42 delegações disputarão o Pan em 36 modalidades – das quais 15 garantirão vaga para a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012
Foi divulgado na noite do último domingo, dia 9, o número de exames de controle de dopagem nos Jogos Pan-Americanos , que serão disputados em Guadalajara. Após a reunião do Comitê Executivo da Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana), foi definido que serão realizados 1400 testes de urina e 300 exames de sangue. O anúncio feito pelos dirigentes representa um aumento de 10% no número de testes antidopagem em relação ao último Pan.

Veja também: Furacão no México deixa organização do Pan em alerta

Em 2007, no Pan do Rio, 1262 atletas fizeram o teste. Este ano, pela primeira vez na história da competição continental serão feitos exames de sangue nos competidores (medida que visa encontrar indícios de hormônio de crescimento e de transfusão). A iniciativa partiu do COI ( Comitê Olímpico Internacional ), que ainda exigiu o aumento mínimo de 10% de testes antidoping em relação ao último Pan.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico

Na disputa dos últimos jogos, 5633 atletas estiveram no Rio de Janeiro. Em Guadalajara, serão pouco mais de seis mil esportistas. Desta forma, o regulamento do COI estaria apenas mantendo a mesma média de controle feito em 2007.

Veja: Furacão no México deixa organização do Pan em alerta

Seguindo a determinação dos organizadores, a delegação brasileira terá pelo menos 15 atletas ( já que o país enviará 519 esportistas) participando do controle. No Pan, os exames serão sorteados, mas um regulamento dos jogos determina que, no mínimo, 3% dos competidores de cada país faça o teste.

Leia também: No clima do Pan, prefeito mexicano encara o exame antidoping

Durante o encontro, também foram esclarecidas algumas informações. Ao contrário do que havia sido divulgado anteriormente, serão 6003 atletas competindo no México (e não 5996). Ao todo, 42 delegações disputarão o Pan em 36 modalidades – das quais 15 garantirão vaga para a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Leia mais: CAS veta regra do COI e libera ex-dopados nas Olimpíadas

O presidente da Odepa, o mexicano Mario Vázquez Raña, se mostrou feliz com o retorno dos Jogos ao México . “Para mim, tem uma importância muito grande, mas é como em tudo que faço. Sempre trabalhei com muito carinho e afeto pelo esporte. Eu me sinto muito satisfeito pelo Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos ter feito um bom programa de competição", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.