Tamanho do texto

As meninas da seleção brasileira deram um show de bola e o ouro não veio por pouco. Já os homens não passaram da 1ª fase

Os brasileiros viveram dois tipos de emoção no futebol do Pan 2011. Primeiro a decepção da equipe masculina, depois o drama do 'quase' no feminino. Os meninos fizeram uma péssima campanha e não passaram da 1ª fase. Já nossas heroínas deram uma lição de garra, mas nos últimos minutos da final sofreram um inesperado golpe e acabaram ficando com a  prata .

A seleção sub 20 do Brasil chegou a Guadalajara com ares de atual campeã mundial da categoria, e apesar de muito desfalcada, ainda contava com nomes como o do são-paulino Henrique, Bola de Ouro  e artilheiro do torneio da Fifa. No Pan, porém, o capitão não foi bem, assim como o restante da equipe, que não passou de um 1 a 1 com a Argentina na estreia, de um 0 a 0 com Cuba e, no último duelo, perdeu para a Costa Rica por 3 a 1. Desta forma, voltou, precocemente, para casa.


As meninas fizeram melhor campanha. Depois de se classificar na primeira fase com duas vitórias e um empate, a seleção viveu um drama. O pai da jogadora Maurine faleceu e a camisa número 2 decidiu ficar com a equipe até o final, superando a dor e mostrando muita determinação. A lateral foi presenteada com o gol da vitória na  semifinal contra o México , que garantiu a vaga na final.

Acompanhe o blog da Maurren Maggi: O melhor desempenho do atletismo brasileiro na história dos Pans!

Na finalíssima, mais um capítulo dramático. O Brasil vencia o Canadá até os últimos minutos do segundo tempo por 1 a 0, mas acabou sofrendo o gol. A partida foi para a prorrogação e, depois, aos pênaltis, Debinha, justamente a autora do gol brasileiro no jogo, acabou desperdiçando sua cobrança, e a seleção brasileira ficou com a prata nos Jogos Pan-Americanos 2011 .

Clique e veja como ficou o quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos 2011!


    Leia tudo sobre: Futebol