Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Natália Falavigna atribui derrota na estreia à falta de ritmo

Eliminada do Pan logo na estreia, atleta revela felicidade por ter voltado a lutar após longa recuperação de cirurgia no joelho

iG São Paulo |

Natália Falavigna era uma das principais esperanças de medalha do taekwondo brasileiro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara , mas acabou sendo eliminada logo na estreia pela norte-americana Lauren Hamon . A atleta acredita que a falta de ritmo, decorrente da recuperação de uma cirurgia no joelho direito, contribuiu com a derrota.

Leia também: Márcio Wenceslau compara taekwondo do Pan ao das Olimpíadas

“A adversária não era tão técnica e isso faz muita diferença. Além disso, fiquei dois anos sem competir, foi a primeira vez que usei este sistema eletrônico (de pontuação), e tem alguns detalhes que ainda preciso melhorar. Queria ter representado melhor o país, mas o importante é que estou voltando a competir”, disse a atleta.

A luta de Falavigna contra a norte-americana terminou empatada em 1 a 1. O confronto foi definido na decisão dos árbitros, que decretaram a derrota da brasileira.

Confira como está o quadro de medalhas do Pan

A única medalha que o Brasil ganhou no taekwondo no Pan de Guadalajara foi o bronze de Márcio Wenceslau , na categoria até 58 kg. O desempenho é bem inferior ao do Rio-07, quando quatro medalhas foram conquistas: uma de ouro, duas de prata e uma de bronze.

Leia tudo sobre: pan 2011taekwondonatalia falavignabrasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG