Publicidade
Publicidade - Super banner
Pan
enhanced by Google
 

Marílson passa mal e abandona Maratona de Chicago

Com a desistência, Marílson adiou a conquista dó índice para as Olimpíadas de Londres

AE |

AE
Marílson abandona maratona de Chicago e segue para o Pan de Guadalajara
O corredor Marílson Gomes dos Santos passou mal durante a Maratona de Chicago neste domingo e adiou a conquista do índice olímpico para as Olimpíadas de Londres. O brasileiro sentiu um enjoo a partir da metade do percurso e acabou desistindo no km 33. O vencedor da corrida foi o queniano Moses Mosop, que bateu o recorde da prova logo em sua estreia, com o tempo de 2h05min37.

Marílson atribuiu o mal-estar à temperatura elevada em Chicago. "O clima estava bom no início da disputa, mas o calor foi aumentado. O isotônico que eu pegava nos postos de hidratação estava muito quente. Isso pode ter provocado o mal-estar", comentou o fundista bicampeão da Maratona de Nova York e tricampeão da São Silvestre.

Para garantir a vaga na Olimpíada de 2012, o brasileiro precisava concluir a prova em até 2h18min. Marílson ainda não definiu quando fará nova tentativa na busca pelo índice, mas projeta disputar a Maratona de Roterdã, no dia 15 de abril. "Ainda vamos conversar sobre isso. Talvez ele dispute a Maratona de Roterdã, em 15 de abril", diz o técnico Adauto Domingues.

Na prova feminina, a brasileira mais bem classificada foi Cruz Nonata, nona colocada, com o tempo de 2h35min35. "O calor também atrapalhou a corrida dela. Mas acho que, por ser sua primeira maratona, em clima quente, foi muito bom. Ela correu direitinho", avaliou o Adauto.


Os dois corredores vão se concentrar agora na disputa do Pan-Americano de Guadalajara. Marílson vai competir na prova dos 10 mil metros, enquanto Cruz Nonata disputará os 5 mil e os 10 mil metros.

Leia tudo sobre: atletismomarílson dos santospan 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG