Tamanho do texto

Além da preparação para a competição continental, maratonista disputa a prova nos EUA em busca do índice olímpico

Divulgação
Marílson Gomes dos Santos: prova em Chicago, pensando tanto em Guadalajara quanto em Londres
O maratonista Marilson dos Santos finalizará sua preparação para os Jogos Pan-Americanos com um olho em Guadalajara e outro em Londres. Isso porque o atleta disputará no próximo domingo, 9 de outubro, a maratona de Chicago, nos Estados Unidos, em busca do índice olímpico e também como forma de preparação para a disputa no México, que será realizada de 14 a 30 de outubro. A maratona é a prova que encerra a competição, no último dia.

"O Marilson está muito bem e, além da qualificação olímpica, ele tentará completar a prova (42,195 km) na casa de 2h09min, 2h10min", diz Adauto Domingues, treinador do atleta. "Se o tempo estiver bom, ele poderá melhorar seu recorde pessoal", acrescenta ele. O melhor tempo registrado pelo brasileiro, bicampeão da Maratona de Nova York em 2006 e 2008, é de 2h06min34s, que ele atingiu no mês de abril, em competição realizada em Londres.

O índice olímpico estabelecido pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) é de 2h18min. Entretanto, essa marca permite à confederação indicar somente um competidor para as Olimpíadas de Londres. O ideal é que ele esteja dentro da meta estabelecida pela Iaaf (Associação Internacional de Federações de Atletismo), que é de 2h15min. A vantagem é que a CBAt indica três competidores com a marca da Iaaf. Santos não poderá usar a marca que conquistou em abril porque o prazo para obtenção do índice olímpico começou em 5 de setembro e terminará em 29 de abril de 2012.

Marilson está com viagem marcada para o México para segunda-feira, 10 de outubro. Ele e o treinador se juntarão ao grupo que faz aclimatação no Centro de Treinamento em Altitude de La Loma, na cidade de San Luis Potosí, que fica a 360 km da Cidade do México e a uma altitude de 1900m. Santos vai em busca de sua quinta medalha em Jogos Pan-Americanos: ele faturou a prata nos 10.000m e o bronze nos 5.000m tanto em Santo Domingo-2003 quanto no Rio de Janeiro-2007.

Além de Santos, quem também disputará a maratona de Chicago é Cruz Nonata. A atleta finaliza sua preparação para os Jogos Pan-Americanos, em que competirá nas provas dos 5.000m e 10.000m. "Ela está bem e pode obter um bom resultado em sua estreia na distância de 42,195 km", afirma José Alessandro, treinador de Cruz. "Se o tempo estiver bom e ela se sentir bem, poderá buscar o índice olímpico (2h30min07s)", acrescentou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.